gazeta2.jpg (8041 bytes)

Vida dupla, física e espiritual

Mozart Camacho

Na definição das linhas do caráter, todos devem procurar o meio termo, evitando os extremos, que são prejudiciais, para que o equilíbrio se estabeleça. O bom senso, a regularidade, a lealdade, a harmonia, a coragem, a gratidão, a fidelidade, o respeito próprio e pelo semelhante são virtudes que devem ser alimentadas, que tornam a vida mais fácil de ser vivida.

O medo tolhe os passos da criatura e não permite realizar nada construtivo, porque não age na hora certa e as oportunidades não são aproveitadas. A temeridade leva a fazer as coisas precipitadamente, agindo impulsivamente. Depois vem o arrependimento.

Os atributos morais a serem desenvolvidos pelo espírito estão nos atos moderados, ponderando e raciocinando sobre tudo que vai realizar.

O Racionalismo Cristão, através dos seus ensinamentos, proporciona uma filosofia de vida; o conhecimento de si mesmo é importante.

Procurando nos conhecimentos materialistas a sua disposição as razões do que acontece na vida em si e no mundo que o cerca, o ser humano não encontra resposta.

Força e matéria encerram todos os elementos de convicção. Deve-se viver a vida dupla, material e espiritual, dando à matéria o que é da matéria e ao espírito o que é do espírito: à matéria, o necessário para manter a saúde; ao espírito, pensamentos elevados, que vão religá-lo às correntes do Bem, do progresso e da evolução, mantendo a higiene física e mental.

A saúde encontra-se à disposição do ser humano desde que, através de um trabalho honesto e produtivo, adquira as condições econômicas para ter a seu dispor uma alimentação nutritiva e balanceada, líquidos necessários, ar puro, contato com a natureza e higiene, fatores essenciais para a saúde do corpo.

O Autor é interventor da Casa Chefe no Sul do Brasil


Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo