gazeta2.jpg (8041 bytes)

Poesia

Gilnei Castro Müller

Quem foi Jesus de Nazaré?

Em Nazaré, um humilde menino viu pela primeira vez o brilho da luz,
Há dois mil anos este menino veio para despertar toda humanidade,
Deram-lhe títulos de rei, salvador e, muitos outros cheios de vaidade,
Muitas lendas inventaram sobre a sua vida, desde a mais tenra idade,
Atribuíram-lhe poderes sobrenaturais, que não aconteceram na verdade,
Seus pais foram José e Maria e este menino recebeu o nome de Jesus!...

Este menino teve pais e irmãos como uma criatura normal e vivente,
Enfrentou as vicissitudes e todos obstáculos da vida física e agitada,
Precisou que o guiassem nos primeiros passos da sua caminhada,
Para que pudesse seguir pelo melhor caminho naquela jornada,
Entre os seus irmãos se destacou, por possuir a mente iluminada,
Pela lucidez, pois das experiências anteriores já estava consciente!

O pequeno menino, Jesus, cresceu e se tornou forte e adulto,
Como qualquer outro homem composto de Força e Matéria,
Lutou contra todas as adversidades no seu ambiente de miséria,
Esforçou-se para reduzir as conseqüências de cada ação deletéria,
A clareza dos ensinamentos da sua doutrina era uma coisa séria,
Que com convicção ele procurou propagar entre o povo mais inculto!

Na sua bagagem espiritual possuía maiores conhecimentos,
Mas mesmo assim, precisou se preparar para cumprir a missão,
E mais tarde tentar afastar o seu povo dos vícios e da escravidão,
Procurou fazer este povo elevar seu pensamento antes de cada ação,
Porém, não o compreenderam, confundiram-no com um ignóbil ladrão,
Pregando-o em uma cruz e submetendo-o aos mais atrozes sofrimentos!

A atrozes sofrimentos sujeitaram o Mestre dos Mestres da espiritualidade,
Não esperava ele enfrentar naquela vinda tantas injustiças e humilhações,
Para explorar os humildes em seu nome, formaram-se milhares de religiões,
Ampliando divergências e toda discórdia, gerando mais guerras e revoluções,
Na porta e dentro dos templos de hoje, se encontram os mesmos vendilhões,
Que um dia ele os escorraçou da "Casa do Pai", com toda a força de vontade!

Se agora Jesus voltasse a reencarnar com a mesma missão novamente,
Seria maltratado e morto, por aqueles que se dizem ser o mais cristão,
Pois os princípios da sua clara doutrina, esteados na lógica e na razão,
Não agradariam as criaturas que ainda gostam mais de viver na ilusão.
Para falsear a sua Doutrina, criaram os "Tribunais da Santa Inquisição",
Pois preferem continuar nos vícios e superstições em situação permanente!

Aquelas criaturas que se conhecem como força espiritual e buscam a Verdade,
Estas respeitam e amam Jesus através de seus atos e ações bem dirigidas,
São autênticos cristãos, que já adotam no íntimo das suas almas esclarecidas,
Os ensinamentos originais do Nazareno já fazem parte ativa das suas vidas.
Sabem cumprir seus deveres no dia a dia, e assim suas tarefas são vencidas,
Com os seus exemplos divulgam um cristianismo prático para a humanidade!

Este cristianismo prático vem sendo divulgado pelo Racionalismo Cristão,
Através da sua Doutrina espiritualista e espiritualizadora por excelência,
Que a todos os interessados procura esclarecer com clareza e coerência,
Os seus princípios são claros e límpidos que calam fundo na consciência,
Assim afirmamos, para todos que já compreendem a razão da sua existência,
Que o esforço empregado na busca do esclarecimento, jamais será em vão!

Não será em vão até que a criatura possa se conhecer como força espiritual,
Quando adotar em sua vida terrena, os princípios do autêntico cristianismo,
Com sua consciência plenamente livre de qualquer influência do fanatismo,
Conduzindo os seus passos pelo caminho firme do bem, já liberta do abismo,
Abandonando para sempre os sentimentos negativos ligados ao egoísmo,
Sabendo que os atributos positivos da alma é que tem valor no plano astral!

Gilnei Castro Müller
24 de abril de 2004

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo