gazeta2.jpg (8041 bytes)

BOLETIM INFORMATIVO

EDIÇÃO N. 195

EDITORIAL.

TEMPO DE PARTICIPAÇÃO.

A Doutrina Racionalista Cristã contou, em sua marcha, com um número expressivo de abnegados militantes liderados por Luiz de Mattos, Luiz Thomas e Antônio Cottas que a implantaram e a consolidaram nas mais diversas regiões do país e no exterior.

Queremos enfatizar que a história se repete na atual fase. No Estado do Rio de Janeiro, buscando maior expansão da Doutrina, o Presidente Internacional e Perpétuo do Racionalismo Cristão, Dr. Humberto Machado Rodrigues, realiza um trabalho integrado com a nossa Interventora Sr.ª Lucy Gonçalves da Costa. Uma das formas com que a Interventoria vem implementando a expansão é realizando palestras nas Casas Racionalistas.

Dando continuidade a este trabalho, o Diretor da Casa Interventora, Dr. Itamar Estevam do Carmo, proferiu na Filial de Campos o que podemos classificar de uma AULA MAGNA.

Assistindo a essa aula, registramos, com grande alegria, a participação de 17 Casas Racionalistas.

Tivemos a oportunidade de revisar os princípios da Doutrina de uma forma original e, essencialmente, criativa. Numa demonstração de ser o nosso palestrante profundo conhecedor da vasta literatura do Racionalismo Cristão. Com suas sábias palavras, levou todos a pensarem seriamente no papel do Racionalista Cristão na sociedade, na responsabilidade de sermos agentes de mudanças através da CONDUTA.

Assim, a participação total dos militantes integrados nos trabalhos nas Casas Racionalistas e, silenciosamente, através do exemplo na sociedade mostram o que é e o que faz o Racionalismo Cristão.

ASSOCIAÇÃO CULTURAL MARIA DA CONCEIÇÃO IZABEL.

Maria Abigail Siqueira Joaquim.

Mais uma vez, as companheiras Antônia, Adilça e Adeilsa organizaram com muito carinho e paciência uma excursão.

Saímos felizes de Campos, para participar do 3.º encontro de Racionalistas Cristãos na Filial de São Gonçalo/RJ, sob a presidência da Sr.ª Lucy Gonçalves da Costa.

A reunião foi realizada no dia 21 de abril p.p. com a presença de 385 pessoas.

Além dos representantes de Casas Racionalistas Cristãs do Estado do Rio, Dona Lucy recebeu os seguintes convidados: Dr. Willion Fernando Boato, Presidente da Filial de Vitória/ES, Sr. Getúlio Barbosa Aguiar, Presidente da Filial de Belém/PA, Sr. José Carlos Ferro, representando a Filial de Santana/SP, e a Sr.ª Sônia Paronetto Faria representando a Filial de Santos/SP.

Todos os pronunciamentos foram transcritos na sua íntegra, para mantermos a autenticidade do grande conteúdo neles contidos, no livreto O EXPOENTE muito bem elaborado pelo Sr. Itamar Estevam do Carmo, Diretor Bibliotecário da Filial de São Gonçalo/RJ.

Parabéns, Sr. Itamar, pela criatividade e originalidade.

Enquanto os dirigentes e militantes das Casas Racionalistas Cristãs participavam da reunião, o grupo jovem Francisco Izabel realizou um passeio ao shopping, acompanhado de suas mães, sob a responsabilidade da companheira Maria Abigail.

Retornamos para Campos, satisfeitos e felizes.

O Sr. Itamar definiu a atuação da nossa interventora com muita sabedoria e veracidade.

"A Dona Lucy é GENTE QUE FAZ".

ACRÓSTICO:

RACIONALISMO CRISTÃO.

Alberto Luiz Viceconti.
Contribuição: Filial de Santana - SP.

Real semente de esperança,
Alimentando a humanidade
Com verdades de leis naturais
Imutáveis.
Ontem, hoje, sempre,
Nutrindo o espírito mundial,
Através de conceitos construtivos.
Libertando o livre arbítrio para o bem,
Iniciando sua jornada em 1910,
Sobre a bandeira do espiritualismo cientifico.
Mudando para sempre,
O conceito do pensamento humano.
Criando nesse pouco tempo de vida
Racionalistas cristãos.
Indivíduos conscientes dos seus deveres,
Servidores incansáveis do astral superior,
Travando uma batalha diária,
Acudindo a ignorância espiritual da humanidade
Ostentando uma só bandeira, a verdade.

 

"Projeto, leitura e escrita para todos".

Coordenadores e colaboradores:
Rinete Monteiro e Maria Abigail.
Adilça, Adeilsa, Antonia e Alba Valéria.

Realizamos no dia 05 de março p.p. com a presença de companheiros (as) alunos (as): Sr.as Donice, Ednea, Elza, Joana e Sr. Laerti. O tema estudado foi:

SOMENTE POR HOJE.

Somente por hoje, serei feliz. Isso pressupõe que o que Abraham Lincoln disse é verdade, isto é, "que muitas pessoas são quase tão felizes quando o resolvem ser". A felicidade vem do nosso íntimo, não é uma questão de exterioridade. A FELICIDADE ESTÁ DENTRO DE NÓS.

Somente por hoje, procurarei ajustar-me às coisas como elas são, e não procurar ajustar tudo aos meus próprios desejos. Acertarei a minha família, os meus negócios e a minha sorte como se apresentarem, ajustando-me a eles. ACEITAÇÃO DA VIDA.

Somente por hoje, cuidarei do meu corpo. Exercitá-lo-ei, tratarei dele, alimentá-lo-ei, não abusarei dele, nem o esquecerei, para que ele seja um mecanismo perfeito sob o meu comando. DEVEMOS CUIDAR DO CORPO E DA MENTE.

Somente por hoje, exercitarei a minha alma de três maneiras: prestarei um serviço a alguém sem que ninguém o saiba. Farei, pelo menos, duas coisas que não deseje fazer, apenas como exercício. FAZER O BEM SEM DIFUNDIR QUE ESTÁ FAZENDO.

Somente por hoje, serei agradável, apresentar-me-ei o melhor que puder, vestir-me-ei o mais corretamente possível, falarei baixo, agirei corretamente, serei liberal em minhas apreciações, não farei crítica alguma, não acharei nada errado, nem procurarei orientar nem corrigir ninguém. SER AGRADÁVEL E TOLERANTE EM TODOS OS INSTANTES DO DIA.

Somente por hoje, procurarei, unicamente, durante este dia, sem tentar resolver, de uma vez, o problema de toda a minha vida. Durante doze horas, posso fazer coisas que aterrorizariam se tivesse que enfrentá-las durante toda a vida. É IMPOSSÍVEL FAZER TUDO EM UMA SÓ HORA.

Somente por hoje, terei um programa. Escreverei o que espero fazer em cada hora. Talvez não siga exatamente, mas de qualquer modo, tê-lo-ei. Servirá para eliminar duas pestes: a pressa e a indecisão. PLANEJAR AS ATIVIDADES.

Somente por hoje, reservarei meia hora tranqüila unicamente para mim e repousarei. Nessa meia hora elevarei o meu pensamento, de modo a adquirir um pouco mais de perspectiva em minha vida. CONCENTRAÇÃO PARA ADQUIRIR FORÇAS.

Somente por hoje, não terei medo - não terei medo, principalmente, de ser feliz, de gozar o que é belo, de amar, nem de pensar que aqueles que eu amo me amam.

TODOS COLOCARAM EXATAMENTE COMO ESTÁ.

Obs.: O grupo em cada encontro usa suas habilidades para colorir alguns desenhos com giz de cera e lápis de cor.

No dia 02 / 06 / 2001 foi estudado o texto abaixo e o grupo tirou as suas conclusões.

"Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos".
Nossa inteligência, insensíveis e cruéis.
Pensamos muito e sentimos pouco.
Mais do que máquinas,
Precisamos de humanidade.
Mais do que inteligência,
Afeição e doçura.
Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.
A humanidade não se divide em heróis e tiranos.
Suas paixões, boas e más,
Foram-lhe dadas pela sociedade,
Não pela natureza.
O importante não é chegar. É ir.
Esta mensagem, os jovens sempre compreenderão."".

Conclusões:
Cético quer dizer dúvida de tudo.
O avanço tecnológico está sufocando o homem e a tendência é aumentar o desemprego. No momento atual, está existindo a desvalorização do ser humano. A máquina, que é programada pelo homem, está tomando o seu lugar.
Antes do tradicional lanche, o grupo ensaiou uma música alusiva ao Racionalismo Cristão de autoria da companheira Adilça.

Na reunião do dia 07 / 07 / 2001 foram feitos leitura e comentário oral do texto a seguir:

PARA BEM VIVER.

Paulino Pacheco.

A força de vontade e o pensamento, empregados para o bem, constituem uma energia capaz de reagir e vencer todos os obstáculos próprios da vida terrena, dentre os quais se destacam o nervosismo, a ansiedade, a depressão, a angústia, a insônia, a sonolência e as doenças físicas, quando acompanhadas de orientação médica.

Para que a criatura humana se veja livre dos sentimentos negativos e das doenças físicas, além da força de vontade e do pensamento voltados para as ações positivas e da reação a esses males, há, também, necessidade de uma alimentação racional que inclua frutas (principalmente, banana, laranja, mamão e maçã), legumes, verduras, peixes, leite, queijo branco, ovos (não exorbitar destes, por serem ricos em colesterol), feijão (de grandes substâncias nutritivas), arroz, etc.

Além de vencer esses incômodos físicos e psíquicos, logicamente, o ser humano estará apto a galgar mais um degrau na escala evolutiva, ascendendo, portanto, à classe imediatamente superior, quando partir para o seu mundo de estágio, que é o caminho de todos nós, dando, por conseguinte, cumprimento a uma das leis naturais e imutáveis que regem o universo.

"Expressão de amor".

Sônia Nunes Pontes.

Não posso dançar
Sobre os raios de sol,
Nem posso saltitar
Sobre as asas do vento
Mas, posso dizer:
Mãe, obrigada por você existir.

Não posso voar
Por cima das montanhas
Nem posso dormir
Onde nascem as nuvens
Mas, eu posso dizer:
Mãe, obrigada pelo seu carinho.

Não posso sentar-me
Em meio às estrelas
Nem posso rolar sobre
A via Láctea
Mas, eu posso dizer:
Mãe, obrigada por esse seu abraço infinito.

Obrigada, mãe, pela alegria de ser livre e poder 
escolher essa minha existência com você.

 

POESIA: IDEAL

Iracema Maria Izabel Pedra.

Vou seguindo, vou em frente, caminhando...
Em busca de um IDEAL maior e forte.
Enfrentando empecilhos tantos...
Mas com coragem, valor em rumo ao norte...

Anseio neste trilhar de incertezas, algumas 
vezes, de lutas e desafios tais, galgar 
compreensão, vencer a tristeza...
Conservar a alegria mais e mais...

E assim nesse caminhar constante entre 
espinhos, flores, desejando vencer, é sempre 
gratificante dizer:

CUMPRI O MEU DEVER.

Publicado no Boletim Informativo
Junho de 1993.

BIBLIOTECA MARIA COTTAS

Adilça Martins de Almeida.

A literatura Racionalista Cristã é difundida na Filial de Campos através de empréstimo e pesquisa antes do início das Sessões Públicas. Procuramos aconselhar ao leitor obras de acordo com a idade, instrução e interesse do assistente, sendo o primeiro a ser oferecido o livro básico, ou noções do Racionalismo Cristão.

A nossa biblioteca continua enriquecendo o seu acervo.

O livreto mensal enviado pela Filial de São Gonçalo, um trabalho de alto nível realizado pelo digno diretor Itamar Estevam do Carmo, que sempre nos orienta na forma de atualizar o funcionamento da biblioteca. Temos, desta forma, um modelo, a biblioteca Humberto Machado Rodrigues.

Realizamos em 26 de maio p.p. a mostra de livros da literatura Racionalista Cristã, durante o evento de comemoração pelo 41.º aniversário de sede própria da doutrina em Campos.

Estatística de obras racionalistas pesquisadas:
688 leitores.

Empréstimos de obras racionalistas:
274 leitores.

Texto extraído de um dos sermões do Padre Antonio Vieira.

Contribuição do Sr. José Carlos Ferro
Diretor da Filial de Santana – SP.

"Toda vida, ainda das coisas que não tem vida, não é mais do que uma união".
Uma união de pedras é um edifício.
Uma união de tábuas é navio.
Uma união de homens é exercito.

E sem essa união, tudo perde o nome e mais o ser.

Um edifício sem união é ruína.
Um navio sem união é naufrágio.
Um exército sem união é despojo.

Assim, até o homem, cuja vida consiste na união de corpo e alma, com união é homem, sem união é cadáver.

Por mais alta que esteja a cabeça, se ela não estiver unida, é pés.
Por mais nobre que seja o ouro, se não estiver unido, é barro.

Nobreza e desunida não pode ser, porque sendo desunida logo deixa de ser nobreza.
Para derrubar um reino e muitos reinos onde haja desunião, não são necessárias baterias 
nem canhões, não são necessárias balas nem pólvora; basta uma pedra, o lápis.
Para derrubar um reino e muitos reinos onde falta união, não são necessários exércitos, não 
são necessárias campanhas, não são necessárias batalhas, não são necessários cavalos, não 
são necessários homens.

Nem um homem, nem um braço, nem uma mão.

Nós temos boas mãos, e o sabem muito bem nossos competidores,
Mas se não tivermos união, nem eles haverão mister mãos para nós,
Nem a nós nos hão de valer as nossas ".

MINHAS AÇÕES ME REVELAM...

Colaboração: Sônia Nunes Pontes.

Muitas pessoas gostam de causar boa impressão aos outros após um encontro, numa festa, em um jogo, enfim, costumam perguntar-se - será que causei boa impressão?

O que leva os outros a pensarem bem ou mal de nós não é, propriamente, a nossa aparência ou o que dizemos, mas o que fazemos ou deixamos de fazer.

Nossas ações e omissões é que mostram o que, realmente, somos. Portanto, não adianta "vendermos" aos outros uma falsa imagem de nós mesmos. É inútil fingir, pois cedo ou tarde nossos atos revelarão o que somos de fato.

Portanto, se queremos que os outros tenham um bom conceito de nós, sejamos árvores que produzem bons frutos, ou seja, boas ações.

O que importa, não é a imagem que passamos aos outros, mas os nossos bons atos. E esses atos precisam estar de acordo com nossos gestos verdadeiros de amor.

LIÇÃO DE CASA.

Colaboração: Maria Abigail Siqueira.

Dia 17 de julho é o dia de proteção às florestas. Preservar florestas é proteger a vida. A destruição delas significa um grande risco para a biodiversidade (vários tipos de vida). Se hoje vemos várias espécies de animais em extinção, uma das causas é a destruição das florestas. Sem o seu habitat, os animais morrem. Se uma floresta deixa de existir, perdemos fauna e flora, o que pode provocar o desequilíbrio da cadeia alimentar. Com as espécies carnívoras diminuindo, cresce o número de herbívoros, que podem vir a extinguir mais tipos de vegetais. Com a perda da cobertura vegetal, acontece a degradação do solo e, conseqüentemente, a desertificação. O clima é, também, afetado, já que as florestas têm papel importante na manutenção da temperatura, no vento e no ciclo das chuvas. Hoje em dia, a Terra tem quase a metade da vegetação que possuía inicialmente. A destruição das florestas em grande escala já atinge 46% das matas originais do mundo. Do total de 62.200.000 km2 de mata nativa, apenas 33.400.000 km2 ainda cobrem a superfície terrestre. Em média, 170.000 km2 de floresta desaparecem por ano e as causas desse desaparecimento são as queimadas de extensas áreas para a prática de agricultura e pecuária, a expansão dos centros urbanos, a construção de estradas, a comercialização de madeira e o extrativismo de inúmeras espécies de interesse econômico. A partir da década de 40, a luta para se preservar a vida no planeta se intensificou. Diversas organizações governamentais e não governamentais (ONGs) foram criadas, atuando mundialmente. Entre as principais, temos: a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), o Fundo Mundial para a Natureza (WWF) e o Greenpeace.

Para saber mais, visite os sites:

www.cnpf.embrapa.br - Centro Nacional de Pesquisa de Florestas.
www.floresta.ulpr.br - Curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal do Paraná - UFPR.
www.ief.rj.gov.br - Instituto Estadual de Florestas - IEF/RJ.
www.ibama.gov.br - Ibama.

P E N S E :

"Só fazemos bem aquilo que, repetidamente, insistimos em melhorar. A busca da excelência não deve ser um objetivo. E sim, um hábito".

Aristóteles (384-322 AC)

AMANHÃ PODE SER TARDE!

Colaboração: Tânia Márcia R. de Souza.

Ontem?... Isso faz tanto tempo!
Amanhã?... Não nos cabe saber...
E amanhã pode ser muito tarde...

Amanhã pode ser muito tarde...

Para você dizer que ama,
Para você dizer que perdoa,
Para você dizer que desculpa,
Para você dizer que quer tentar de novo...

Amanhã pode ser muito tarde...

Para você pedir perdão,
Para você dizer:
Desculpe-me, o erro foi meu!...

O seu amor, amanhã, pode já ser inútil.
O seu perdão, amanhã, pode já não ser 
preciso.
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada.
A sua carta, amanhã, pode já não ser lida.
O seu carinho, amanhã, pode já não ser mais 
necessário.
O seu abraço, amanhã, pode já não encontrar 
outros braços...
Porque amanhã pode ser muito... Muito tarde!

Não deixe para amanhã para dizer:
Eu amo você! Estou com saudade de você!
Perdoe-me! Desculpe-me!
Esta flor é para você!
Você está tão bem!

Não deixe para amanhã:

O sorriso, o abraço, o carinho,
O trabalho, o sonho, a ajuda...

Não deixe para amanhã para perguntar:

Por que você está triste? O que há com você?
Ei!... Venha cá, vamos conversar...
Cadê o seu sorriso? Ainda tenho chance?...
Já percebeu que eu existo?
Por que não começamos de novo?
Estou com você, sabe que pode contar 
comigo...
Cadê os seus sonhos? Onde está a sua garra?

Amanhã pode ser tarde... Muito tarde!

Amanhã, o seu amor pode não ser preciso...
O seu carinho pode não ser mais preciso...
O seu amor pode ter encontrado outro amor...
O seu presente pode chegar muito tarde...
O seu reconhecimento pode não ser recebido 
com o mesmo entusiasmo!...

Só o hoje é definitivo!
Amanhã pode ser tarde... Muito tarde!...

 

"PENSE !!!

"Na escala da espiritualidade, a moeda corrente é o merecimento, e este só se revela através das boas ações, de ótima conduta, de exemplos edificantes".

Luiz de Souza.
Colaboração: Antônio Rangel.

NOSSA EXPANSÃO

GRUPO JOVEM FRANCISCO IZABEL.

Coordenadoras: Eloá Bacellar,
Rinete Monteiro e
Maria Abigail.

Sob a coordenação de Eloá H. Bacellar foi realizada uma reunião do grupo jovem no dia 19 de maio p.p. O tema foi:

PARA LER E REFLETIR.
Autor desconhecido.

Era uma vez, uma ilha onde moravam os seguintes sentimentos: a alegria, a tristeza, a sabedoria, o amor e outros.
Um dia, avisaram para os moradores desta ilha que ela seria inundada.
Apavorado, o amor cuidou para que todos os sentimentos se salvassem; ele então falou: - fujam todos, a ilha vai ser inundada!
Todos correram e pegaram seus barquinhos para irem a um morro bem alto.
Só o Amor não se apressou, pois queria ficar um pouco mais com sua ilha.
Quando estava se afogando, correu para pedir ajuda. Estava passando a riqueza e ele disse: - riqueza, leve-me com você.
Ela respondeu: - não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e você não vai caber.
Passou, então, a vaidade e ele pediu: - Oh! Vaidade... Leve-me com você.
Não posso, você vai sujar meu barco.
Logo, atrás, vinha a tristeza.
Tristeza - posso ir com você?
Ah! Amor - estou tão triste que prefiro ficar sozinha.
Passou a Alegria, mas estava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela.
Já desesperado, achando que ia ficar só, o Amor começou a chorar.
Então, passou um barquinho, onde estava um velhinho e ele então falou: - sobe, Amor, que eu te levo.
O Amor ficou radiante de felicidade que até esqueceu de perguntar o nome do velhinho.
Chegando ao morro alto onde estavam os sentimentos e ele perguntou à Sabedoria: - Sabedoria, quem era o velhinho que me trouxe aqui?
Ela respondeu: - o Tempo.
O Tempo? Mas porque só o Tempo me trouxe aqui?
Porque só o Tempo é capaz de ajudar e entender um grande Amor.

Dramatização:
A jovem Sasha Alves Carneiro lia o texto, atuando como narradora.
As jovens Thaís, Letícia, Stéphanie, Hérica Damasceno e o jovem Arthur demonstraram ter facilidade em usar expressões faciais para representar os diversos sentimentos.
Em seguida, tiraram sábias conclusões do texto.
Transferiram para a vida prática, os sentimentos nobres ou mesquinhos. E que somos obrigados a conviver com criaturas que possuem maus sentimentos. Mas que, também, temos a felicidade de participar de grupo como o nosso onde se evidenciam os bons sentimentos.
Só o tempo é capaz de mostrar o que nós desejamos e merecemos. Não adianta desespero.
"Devemos saber esperar, porém, lutando sempre".
Em seguida, a coordenadora aplicou uma interessante técnica de desenho livre. Cada participante escreveu numa folha a figura que apresentou no papel.
Antes de regressarmos aos nossos lares, fizemos um lanche oferecido pelas mães presentes.
Recebemos nessa tarde a visita da nossa companheira Selma L. Braga que, atualmente, faz parte do quadro de militantes da Casa Chefe.
Por sugestão da coordenadora Eloá Bacellar, a jovem Sasha foi escolhida como secretária do grupo. Ficará responsável pela entrega de convites e algum material para ser utilizado nas reuniões.

Na reunião de 16 de junho de 2001, o tema estudado e analisado foi:

A CHEGADA DO PROGRESSO.

A coordenadora Eloá Bacellar solicitou aos jovens presentes que lessem o texto. Após a leitura, houve comentários relacionados aos assuntos de alta relevância. Os homens civilizados estão destruindo as florestas, e, por conseguinte, poluindo o planeta Terra.

Foi debatido: os problemas trazidos pelo "progresso": queimadas nas florestas, animais em extinção, poluição do rio, mar e ar. As erosões, entulhando os rios e matando sua fauna. Falta de planejamento nas represas hidroelétricas. Destruição de plantas que poderiam ser usadas para fazer remédios.

Conclusão: precisamos preservar a natureza. O homem pode buscar o progresso, respeitando as leis naturais do planeta Terra. Não acarretando um desastre ecológico.

Após o debate, a coordenadora Maria Abigail distribuiu o texto dois contendo vários quadradinhos e, dentro de cada um, estavam escritas várias palavras com o desenho correspondente, como: coagida, cheia de altos e baixos, triste, etc.

Pedindo a cada um dos jovens que observasse bem o que identificasse o seu temperamento.

Essa auto-análise, leva à correção das características negativas.

Após a reunião, permanecemos nas dependências da Associação e fizemos um pequeno lanche.

Na reunião do dia 21 de julho de 2001, o tema foi:

A LIÇÃO DO MILHO.

O jovem Nickollas d`Auriol de Souza, iniciou a leitura do texto, em seguida: Graziela Souza, Letícia Barreto, Arthur Barreto, Suelen Santos e Stéphanie Cordeiro.

A coordenadora explicou o texto fazendo um paralelo entre o milho e o jovem.

Milho

1 - o milho produz, se tratado na hora certa.

2 - cada espécie só pode produzir o que pode dar.

Jovem

1 - o jovem absorve e expõe o que lhe ensinam no devido tempo.

2 - cada jovem dá o que tem, o que aprendeu.

Conclusão:

É preciso informar e formar o jovem, para que no futuro produza algo de bom. Amando e respeitando o semelhante, numa ajuda recíproca e aprendendo a ouvir com as diferenças.

Ilustramos o assunto lendo e comentando dois artigos do jornal - Juventude em Ação de maio - junho 2001 - NAMORAR É BOM e O MILHO PREMIADO.

A coordenadora Eloá Bacellar leu os dois artigos.

Pensamento: "divida sua felicidade com seus amigos".

Conclusão do grupo:

Letícia - "O jovem aprende a lição que deve seguir. Se ele não se abrir com os outros fica só. Ame o semelhante verdadeiramente, ajudando-o a desabrochar. Incentive as pessoas a se abrirem. Dialogar".

Stéphanie - "Cada coisa tem seu tempo. Quando ficamos com pressa, acaba dando tudo errado. Depois se arrepende do que fez. Temos que dar tempo ao tempo".

Arthur - "Tudo que lemos hoje foi importante. Temos que ajudar os outros para crescer espiritualmente".

Suelen - "O texto mais interessante foi o milho premiado, porque ensina que devemos repartir com os outros e não ficar só para nós".

Graziella - "Devemos ajudar os amigos. E tirar nossas dúvidas com quem pode nos orientar".

Após a reunião, como sempre, permanecemos na varanda, conversando e fazendo um pequeno lanche.

Na reunião do dia 18 de agosto de 2001, teve como tema:

A LIÇÃO DO RIO.

O rio corre sozinho, vai seguindo seu caminho, não necessita ser empurrado.
Pára um pouquinho no remanso, apressa-se nas cachoeiras, desliza de mansinho nas baixadas. Mas no meio de tudo, vai seguindo o seu caminho.
Sabe que há um ponto de chegada.
Sabe que o seu destino é para frente.
E vitorioso, abraçando outros rios, vai chegando ao mar.
O mar é a sua realização e, chegar ao ponto final, é ter feito a caminhada.
A VIDA DEVE SER LEVADA AO JEITO DO RIO.
Deixar que corra como deve correr, sem apressar ou represar, sem medo da calmaria e sem evitar as cachoeiras.
Correr do jeito do rio, na liberdade do leito da vida, sabendo que há um ponto de chegada.
A natureza não tem pressa. Vai seguindo o seu caminho.
Assim, é a árvore, assim, são os animais.
A fruta forçada a amadurecer antes do tempo perde o gosto.
Desejo ser um rio, livre do empurrão dos outros e dos meus próprios.
Livre das poluições alheias e das minhas.
Rio original, limpo e livre.
Rio que escolheu o seu próprio caminho.
O importante é dizer "cheguei".

Em seguida foi solicitado que todos lessem o texto atentamente e resumissem, em poucas palavras, o que entenderam e ilustrassem o texto através de desenhos.

Dinâmica - a leitura iniciou com a jovem Sasha, e em seguida os demais jovens continuaram: Hérica Damasceno, Letícia, Suelen, Stéphanie Cordeiro, Graziella e Arthur.

A coordenadora Eloá Bacellar explicou o texto, fazendo uma comparação entre o rio e a vida de cada um de nós.

O RIO.

1 - O rumo do rio, os obstáculos que ele transpõe com paciência.

2 - O ponto de partida e de chegada, ao nascer ele é apenas um pequeno riacho que vai crescendo, alargando até chegar ao ponto final, o MAR, sua realização.

A VIDA.

1 - Cheia de obstáculos, sofrimentos que tem que ser suportados com calma e paciência.

2 - Os seres humanos, também, nascem, crescem e desencarnam. Assim, como o rio, também, temos o nosso ponto final que é a espiritualização, visando a evolução, realização do espírito, quando encarna no planeta escola - A TERRA.

Debate: Cada um deu sua opinião sobre o texto e o ilustrou através de desenhos.

Arthur: "Eu achei que o rio é uma ótima lição para a nossa vida, porque, também, temos obstáculos, mas nenhum que seja insuperável".

Graziella - "A vida da gente é como a do rio, porque temos nosso rumo certo e não precisamos ser empurrados por ninguém".

Nickollas - "O rio é como a vida, segue o seu próprio curso. Não devemos interrompê-lo e segui-lo calmamente".

Letícia - "Cada um deve seguir a "sua cabeça" e não a dos outros. Ouvir os conselhos da mãe".

Suelen - "Eu entendi que a vida das pessoas segue como o rumo do rio não necessita de empurrão".

Camila Santos - "O rio é muito bonito e pode fazer tudo que quiser, temos que ser assim, mas fazer coisas certas. Sem pressa de crescer e também andar para frente. Nunca ir para trás e esquecer todo o passado ruim!".

Hérica Damasceno - "Assim como o rio corre sem pressa, a nossa vida, também, deve ter o mesmo ritmo. Não devemos ter medo da calmaria, pois na vida passamos por momentos de turbulência. Temos que superar tudo, sem empurrões".

Sasha Alves Carneiro - "Eu achei esse texto muito interessante. Porque ele é igual à vida dos jovens de hoje em dia e ensina muito. Achei, também, que na vida tudo tem seu tempo, não precisa correr, que um dia a hora chega".

Stéphanie Cordeiro - "O rio é igual à nossa vida, passa por várias etapas. A natureza não tem pressa, nós não devemos, também, ter pressa para que as coisas aconteçam. A fruta forçada a amadurecer antes do tempo perde o gosto. Se a pessoa for forçada a amadurecer antes do tempo, um dia poderá se arrepender de alguma coisa que fizer fora do tempo".

Após o término das reflexões sobre o texto, a coordenadora Eloá Bacellar aplicou uma técnica de redação, usada para levar os jovens que têm dificuldade de fazer uma "poesia", a fazê-la em conjunto.

Apanhamos uma folha de papel branca e fizemos um leque, escolhemos um título. Cada participante escreveu uma frase, sem que o outro tomasse conhecimento do que foi escrito.

Os participantes escolheram o seguinte título - SINCERIDADE.

É fundamental para vivermos bem.
É fundamental em qualquer relacionamento.
É a capacidade de falar a verdade.
É uma coisa muito importante para a nossa vida.
É muito importante para ter uma vida sem mentiras.
Como em todas as reuniões, permanecemos nas dependências da Associação Maria Izabel, 
conversando num clima de união e alegria.
As companheiras serviram um pequeno lanche.

VALORIZE O SEU PENSAMENTO

Pensamentos

"Todo aquele que se dispuser a estudar esta Doutrina e assimilar seus princípios terá uma viver saudável e tranqüilo e transmitirá àqueles que o cercam somente sentimentos positivos"

Antonio Cottas.

Racionalismo Cristão – Centro Redentor – Filial Campos RJ.

Informes da secretária.

Atualize sua lista telefônica e endereços:

Renata Resende
Rua Sílvio Bastos Tavares, 348 - 398, Ap.to 203, Bloco 6 - Pq. Rodoviário - Recanto das Palmeiras.
Tel. 2732.50.67

Sônia Pontes
Tel. 2724.09.12

NOVOS COMPANHEIROS:

Foi aceito o pedido de inclusão como colaboradores em nossa Casa do Sr. Edson Esperança, Sr. Luiz Tomaz Amaral Vaz, a Dr.ª Janete Rosalina Rodrigues da Silva, Sr.ta Hérica Riscado Damasceno e Sr.ª Gêrda Maciel d`Auriol de Souza.

Já estão integrados na disciplina e prestando uma grande colaboração à Doutrina.

Sejam Bem Vindos !!!

Visitas

Recebemos, com muita alegria, a visita das companheiras Martha Izabel Rosa e Selma L. Braga, militantes da Casa Chefe, que participaram das Sessões quando vêm a Campos visitar seus familiares e amigos.

As irmãs Evânia Silveira e Izabel Silveira militantes das Casas Racionalistas Cristãs de São Gonçalo e 

Várzea das Moças, participaram da Sessão de 09 de julho p.p.

Militantes de Campos visitam outras Casas Racionalistas:

A nossa companheira e amiga Sr.ª Maria da Graça P. Izabel participa das Sessões na Casa Chefe, sempre quando vai ao Rio de Janeiro rever os seus filhos Marta e Marcelo e seus queridos netos.

O Sr. Edson Cordeiro participou das Sessões Públicas na Filial de Santana/SP no dia 20/06/01 e na Filial de Porto Alegre/RS no dia 29/06/2001.

A Sr.ª Heloísa B. Martins participou das Sessões na Filial de Butantã/SP.

A Sr.ª Sônia Nunes Pontes participou da Sessão Pública na Filial de Itaperuna/ RJ.

O Sr. Joaquim Francisco Ribeiro participou da Sessão Pública na Casa Racionalista de Macaé/RJ.

O Presidente Ricardo Barros Monteiro e os diretores: Rinete Dias Monteiro, João Ribeiro de Souza, Edson Cordeiro e Francisco Couto fazem um revezamento, presidindo, quinzenalmente, as Sessões Públicas na Filial de Itaperuna/RJ, levando os instrumentos mediúnicos: Sr.ª Vanda Gomes, Sr.ª Renata Resende e Sr.ª Marlene Henriques Alves.

A companheira Antônia Barcelos participou da Apresentação pelo aniversário do Coral Hilda Moleirinho da co-irmã Filial de Niterói/RJ.

Um grupo de companheiros visitou a obra de Saturnino Braga no dia 29 de julho p.p.: Sr. Antônio Rangel, Edson Cordeiro, Francisco Couto, Gastão d`Auriol, Joaquim Ribeiro, Jorge Satiro, Laerti Barroso, Eduardo Barroso, Edson Esperança, Ivo Siqueira, Luiz Thomaz e Ricardo Barros Monteiro. Fizeram, também, uma visita à Sr.ª Donice Damasceno, Líder do grupo de Saturnino Braga, onde foi servido um saboroso lanche. O companheiro Edson Cordeiro filmou e fotografou tudo.

O BOLETIM INFORMATIVO DESTACA AS DATAS IMPORTANTES E OS ANIVERSARIANTES.
MESES: MAIO A AGÔSTO.

Desejamos felicidades, saúde e alegria 
aos aniversariantes dos meses de 
maio, junho, julho e agosto.

DIA 02/05 - ANIVERSÁRIO
JOEL SATIRO JUNIOR.
ANA LÍCIA E. S. CARVALHO.
Cunhada do companheiro Luiz Tomaz.

DIA 07/05 - ANIVERSÁRIO
DIOGO HENRIQUES PRETTO.

DIA 08 / 05 / 1899 - NASCIMENTO.
PENHA FRANÇA.
Patrona da Sala das Crianças e co-fundadora do Racionalismo Cristão em Campos/RJ.

DIA 13/ 05 - ANIVERSÁRIO.
DONICE DAMASCENO.
PAULO FERNANDO DAMASCENO.

DIA 18/ 05 - ANIVERSÁRIO
EVELYN CORDEIRO.

DIA 20/ 05 - ANIVERSÁRIO.
RAFAELA TERRA MENDONÇA.

22 DE MAIO DE 2000.
41.º ANIVERSÁRIO DE INAUGURAÇÃO DE SEDE PRÓPRIA DO CENTRO REDENTOR EM CAMPOS/RJ.

DIA 23/ 05 - ANIVERSÁRIO.
Dr. HUMBERTO MACHADO RODRIGUES.

Presidente Internacional e Perpétuo 
do Racionalismo Cristão.

DIA 23/05 - ANIVERSÁRIOS
MARCELO PESSANHA IZABEL.
FLÁVIA RODRIGUES DE SOUZA.

DIA 25/ 05 - ANIVERSÁRIO
THIAGO IZABEL ROSA.

DIA 26/ 05 - ANIVERSÁRIO.
JOANA FRUTUOSO CABRAL SIQUEIRA

DIA 27/05 - ANIVERSÁRIO
MARIA DE LOURDES BARRETO.

DIA 02/ 06 - ANIVERSÁRIO
IZABEL ALVES DE OLIVEIRA.

DIA 06/06 - NASCIMENTO.
GERBIER SOARES, que desencarnou em 
19 de outubro de 2000, grande colaborador 
da Doutrina em Campos/RJ.

DIA 07/ 06 - ANIVERSÁRIO
EDINA ALMEIDA CORDEIRO.

DIA 08/ 06 - ANIVERSÁRIO.
FRANCISCO DO COUTO MELLO.

DIA 09/ 06 - ANIVERSÁRIO.
JOAQUIM FRANCISCO RIBEIRO.

DIA 10/ 06 - ANIVERSÁRIO.
FÁBIO RIBEIRO ANDRADE.

DIA 12/ 06/1983 - DESENCARNAÇÃO
ANTÔNIO COTTAS
CONSOLIDADOR DO RACIONALISMO CRISTÃO.

DIA 13/ 06/1983 - POSSE
Dr. HUMBERTO M. RODRIGUES,
COMO PRESIDENTE PERPÉTUO, INTERNACIONAL E EXPANSIONISTA DO RACIONALISMO CRISTÃO.

DIA 19/ 06 - ANIVERSÁRIO
CRISTIANE DE AZEVEDO PEDRA.

DIA 21/ 06 - ANIVERSÁRIOS.
LUIZ CARLOS NOGUEIRA SIQUEIRA.
ANICE FREITAS.

DIA 24/ 06 - ANIVERSÁRIO
JOÃO LÚCIO DE SOUZA.

DIA 27/ 06 - ANIVERSÁRIO.
RINETE DIAS MONTEIRO.

DIA 29/ 06 - ANIVERSÁRIO.
DEMERVAL RIBEIRO.

DIA 05/07 - ANIVERSÁRIO
GLAUDEMIR RESENDE.

DIA 06/ 07 - ANIVERSÁRIO.
ANA LÚCIA TERRA RODRIGUES.

DIA 11/ 07 - ANIVERSÁRIOS.
DENILDA DA SILVA PESSANHA.
AMANDA PEREIRA DE SOUZA.

DIA 12/07 - ANIVERSÁRIO
RENATA R. GONÇALVES

Nora do companheiro Luiz Tomaz.

DIA 15/07 - DESENCARNAÇÃO.
AÍLTON DE OLIVEIRA, que prestou relevantes serviços ao Racionalismo Cristão em Campos, como Diretor Procurador e, também, como substituto do Presidente Ricardo Monteiro.

DIA 21/07 - ANIVERSÁRIO
LUIZ ANDRÉ C. VAZ
Filho do companheiro Luiz Tomaz.

DIA 25/ 07 - ANIVERSÁRIO.
HIPÓLITO SOARES MONTEIRO.

DIA 27/ 07 - ANIVERSÁRIO.
SELMA LUCCHESE BRAGA.

DIA 28/ 07 - ANIVERSÁRIOS.
EDSON ALMEIDA CORDEIRO.
GISELE RODRIGUES DE SOUZA.

DIA 31/ 07 - ANIVERSÁRIO
ADRIANO DE OLIVEIRA.

DIA 04/ 08 - DATA DE NASCIMENTO.
LUIZ ALVES THOMAZ
, grande espírito, fiel amigo de Luiz de Mattos que tanto lutou para 
implantar a Doutrina no Plano Terra.

Nasceu em Portugal, filho de modestos agricultores, com 15 anos deixou o lar paterno para lutar pela vida no Brasil, aonde chegou em maio de 1887.

DIA 06/ 08 - ANIVERSÁRIOS.
GASTÃO D’AURIOL JUNIOR.
DORALICE SATIRO.

DIA 11/ 08 - ANIVERSÁRIO
LEONARDO ROXO IZABEL.

DIA 12/ 08 - ANIVERSÁRIO.
ZENITE PEREIRA DE SOUZA.

DIA 15/08 - ANIVERSÁRIOS.
ELISÂNGELA ALVES DE OLIVEIRA.
KALINDE C. RESENDE.

DIA 17/ 08 / 96 - DESENCARNAÇÃO.
IRACEMA MARIA IZABEL PEDRA.

Cinco anos de saudade da Prof. Iracema, foi co-consolidadora do Racionalismo Cristão em Campos, além de Diretora da Associação, Secretária, Presidente Interina, Coordenadora do Boletim Informativo, organizadora dos Eventos e Solenidades.

Iracema teve muitos encargos e desempenhou muito bem todas as tarefas a que se propôs.

O destaque maior foi seu amor aos companheiros e amigos, sua alegria, seu sorriso, seu jeito peculiar de ser: conselheira e confidente da família Racionalista Cristã em Campos.

DIA 19/ 08 - ANIVERSÁRIOS.
PIERRE DE ALMEIDA RANGEL.
MERCEDES MARTINS GODINHO.

DIA 21/ 08 - ANIVERSÁRIO.
NEUZA SATIRO.

DIA 22/ 08 - ANIVERSÁRIOS.
LÍCIA MANHÃES TERRA.
MARA CASTRO.

DIA 24/ 08 - ANIVERSÁRIO.
TAÍS RODRIGUES DE SOUZA.

DIA 25/ 08 - ANIVERSÁRIOS.
ALEXANDRE MONTEIRO.
LUIZ OTÁVIO PONTES.

DIA 27/ 08 - ANIVERSÁRIOS.
JOÃO RIBEIRO DE SOUZA.
Dr.ª JANETE R. R. DA SILVA.

O RACIONALISMO CRISTÃO NA INTERNET

SE POSSIVEL VISITE OS NOSSOS PORTAIS:

Português: http://www.racionalismo-cristao.org.br/
Inglês: http://www.geocities.com/Athens/Academy/4678/
Espanhol: http://racristiano.tripod.com/
Gazeta RC: http://rcristao.tripod.com/
RC Imagens: http://rc1910.esmartweb.com/

Pensamento:

"As condições adversas, praticamente, são todas transitórias e até necessárias ao fortalecimento de nossa individualidade".

(Trecho do artigo: Santos 2000, do Capitão Sr. José Rodrigues da Silva – Jornal A RAZÃO)
Agosto/2000.

NOSSO FUTURO

SALA DA CRIANÇA - PENHA DE SOUZA FRANÇA.

Maria Abigail S. Joaquim
Zenilce Pereira Carvalho.

As nossas crianças estão satisfeitas com a forma acolhedora como são recebidas. Além das companheiras antigas que trabalham com abnegação desde 1993, a Sala Penha França recebeu em 2001 novas integrantes: Hérica Damasceno e a Dr.ª Janete Rosalina, que já conquistaram a simpatia dos nossos infantezinhos.

Como é importante para a doutrina, na fase atual, manter esse espaço reservado às crianças de uma forma sadia, onde todos se sintam bem e, também, prestando uma grande colaboração aos pais, que conseguem participar das sessões tranqüilos e despreocupados.

A jovem Graziella, filha da nossa companheira Gêrda d`Auriol e neta do companheiro Sr. Gastão d`Auriol completou 11 anos e já começou a freqüentar o grupo jovem Francisco Izabel. Assim, é a marcha do Racionalismo Cristão, estamos na quarta geração de Racionalistas Cristãos, porque a jovem Graziela é bisneta da saudosa e inesquecível Francisca d`Auriol, que prestou relevantes serviços à doutrina, durante longos anos como instrumento mediúnico. Hoje faz parte da Plêiade do Astral Superior.

Temos crianças que já demonstraram amar a doutrina. A pequena Evelyn Cordeiro, disse que gosta de ouvir, pela manhã, as fitas gravadas das Sessões Públicas e ouvir o seu pai Edson Cordeiro presidindo uma Sessão.

Adriano Oliveira demonstra possuir gosto artístico, manipulando as massinhas e fazendo objetos perfeitos e bem criativos. Parabéns, Adriano! Serás no futuro um grande artista.

RACIONALISMO CRISTÃO – FILIAL CAMPOS DOS GOYTACAZES.

NOSSA BASE
Centro de Estudos Joaquim Macedo

Coordenador: Ricardo Monteiro.

No dia 28 de abril p.p., o coordenador Ricardo Monteiro abriu a reunião justificando a escolha do tema, baseado em assuntos tratados na reunião mensal do diretório de 14 de abril p.p. e, também, do enfoque que a Sr.ª Lucy Gonçalves da Costa, Interventora do Racionalismo Cristão no Estado do Rio, deu na 3.ª reunião anual em São Gonçalo no dia 21 de abril p.p. sobre corrente fluídica.

O conceito clássico de ética é ciência da moral. Parte da filosofia que estuda os deveres do homem. Na linguagem Racionalista Cristã o espírito como partícula da Inteligência Universal encarna com deveres a serem realizados. Sendo um deles a discrição e respeito às falhas alheias, e desta forma, tornando uma criatura atenta aos princípios éticos, que estão expressos nos princípios racionais e cristãos na obra básica Racionalismo Cristão.

Mais uma vez, constata-se que a doutrina é completa, sua filosofia está presente em todas as áreas de conhecimento humano, em todas as esferas de ação.

E como podemos verificar num assunto tão delicado que é a ética, o cuidado que o ser humano deve ter no seu relacionamento com os seus irmãos em essência.

Esse é um assunto que merece uma reflexão, não só no viver cotidiano, mas, também, e principalmente na formação da corrente fluídica.

Sabemos como é importante que as mentes dos participantes das sessões estejam unidas, tendo um objetivo comum, prestar bons serviços às Forças Astrais Superiores.

É aconselhável que todos procurem policiar os seus atos, melhorando a conduta, respeitando os limites dos nossos companheiros e desta forma sendo éticos.

Conclusão: vamos caminhar com firmeza, ajuda mútua, solidariedade, passando palavras de incentivo, força e coragem. Precisamos meditar antes de falar. Essa conduta educa o espírito, tornando-nos mais fortes e mais felizes.

A leitura do texto foi feita pela diretora Sr.ª Marlene Henriques Alves. Atuou como moderadora Sr.ª Heloísa Barreto Martins. Deram opiniões sobre o assunto: Sr.ª Adilça Martins, Sr.ª Eloá Henriques Bacellar e o Sr. Edson Cordeiro.

Reunião de 30 de junho de 2001.
Tema: Viver a vida material e espiritual.

A doutrina Racionalista Cristã não faz política partidária. Respeita o livre arbítrio de todos.

Porém, o ser humano é, naturalmente, um ser político.

Devemos cumprir nossas obrigações como criaturas úteis à sociedade. Essa é uma demonstração de ser um cidadão ou cidadã politizado. Desta forma, atender a um dos atributos que nos leva a viver de uma forma racional e cristã.

Lendo o texto de Abraham Lincoln, podemos fazer uma reflexão:

Com base nos princípios da doutrina, devemos combater o desperdício e a displicência, conforme evidencia Pompeu Cantarelli no seu livro Saber Viver.

A sabedoria popular diz: "a economia é a base da prosperidade", sem uma economia planejada ou racionalizada, um indivíduo, uma instituição ou um governo não pode estabilizar as suas finanças para ter uma prosperidade sólida e duradoura.

Tudo dentro do equilíbrio, a economia a que nos referimos não é a avareza, a mesquinhez. Economia a que atribuímos é combater os vícios, o luxo, o supérfluo e o inútil.

Dinâmica - Emitiram opiniões sobre o assunto: Sr.ª Antônia Barcelos, Sr.ª Adilça Martins, Sr. Laerti Monteiro, Sr.ª Sônia Pontes e Sr.ª Alba Barreto. A leitura do texto foi feita pelas Sr.as Adilça e Antônia.

Resumo: política é a arte de governar. A verdadeira política é honesta, quando se cumprem os deveres como cidadão honrado.

Quando assumimos, dignamente, as nossas atividades, em nossa esfera de ação, estamos atendendo aos princípios da doutrina, vivendo a vida material e espiritual.

Na reunião de 28 de julho de 2001, foi estudado e analisado um texto tirado do portal da doutrina na Internet, em perguntas e respostas, com o tema: Será preconceito?

Pergunta - Sou militante há um ano. Outro dia chamaram minha atenção pela minha blusa. O Racionalismo Cristão fala que não devemos ser preconceituosos; a minha roupa não tinha nada a ver; a doutrina foi feita em 1910. As pessoas vestem roupas de acordo com a época; por que não podemos usar roupa que se usa agora? Isso para mim se chama preconceito.

Resposta - "Um preconceito é, normalmente, um conceito de parcialidade que impede o julgamento honesto e objetivo de um determinado assunto ou situação". Nós acreditamos que o Racionalismo Cristão, como doutrina, não têm preconceitos e um dos grandes exemplos contra qualquer preconceito foi dado pelo próprio Luiz de Mattos, que lutou tenazmente ao lado de grandes figuras brasileiras como José do Patrocínio, Júlio Gomes e Campos Sales para abolir a escravidão.

Um dos alicerces mais importantes da doutrina Racionalista Cristã é a disciplina em que esta se baseia. Por exemplo, aos auxiliares da doutrina, nas Sessões Públicas e Privadas, compete apresentarem-se sempre trajados de uma maneira decente, se possível observando a moda, mas sem quaisquer exageros.

Dentro desse princípio, os auxiliares da doutrina podem, delicadamente, pedir a um assistente assíduo para trajar-se de uma forma um pouco mais formal. Não há nesse pedido qualquer intenção de ofender a militante da doutrina e muito menos existe qualquer preconceito para com essa pessoa. Espero que compreenda a posição do Racionalismo Cristão".

Dinâmica - O Sr. Rangel leu o texto acima e emitiram opinião sobre o assunto, o Diretor Edson Cordeiro que sugeriu o tema, fez oportunas observações sobre o uso do terno para os militantes e sobre o vestuário feminino.

O jovem militante Sr. Edson Esperança evidenciou a importância da ala feminina usar roupas discretas e sóbrias para o bom andamento dos trabalhos nas Sessões Públicas.

Os demais presentes fizeram alguns comentários acatando a idéia de seguir a disciplina. As senhoras e senhoritas podem seguir a moda, porém, com sobriedade.

O coordenador encerrou a reunião ratificando os comentários e observações dos participantes, concluindo que cuidados quanto ao traje feminino nas sessões, não significa uma atitude preconceituosa.

Reunião de 25 de agosto de 2001 foi estudado e analisado o tema:

Como obter ajuda do Astral Superior, sugerido pelo diretor Edson Cordeiro.

"Os espíritos do Astral Superior estão sempre procurando ajudar todos os seres, encarnados ou não, e sem necessidade de que estes lhe roguem ou implorem ou simplesmente peçam".

Para que possam ajudar, necessitam das condições apropriadas que lhes permitam atuar. Essas condições nós as criamos com os nossos pensamentos e ações. Nada podem fazer contra as leis naturais que são imutáveis aplicando-se a todos e a tudo ".

Dinâmica - Deram opinião sobre o assunto: Edson Cordeiro, Rinete Monteiro, Luiz Tomaz, Alba Valéria, Edson Esperança, Ednéa, Adilça, Laerti Monteiro e o coordenador Ricardo Monteiro.

Conclusão: O Espírito encarna no mundo escola - a Terra para evoluir. Existe meio para cada criatura processar a evolução, progredir material e espiritualmente.

A ajuda que o Astral Superior pode oferecer é através da limpeza psíquica, arrebatar espíritos do astral inferior da atmosfera da Terra para que todos os seres humanos possam através do bom uso do livre arbítrio, do raciocínio, ter bons pensamentos e boas ações, cada criatura vai conquistando, gradativamente, os seus intentos.

"Nada acontece por acaso", existe uma razão para se obter êxito na vida e ser feliz relativamente.

Quando existe um fracasso as causas são várias: "Não estar conduzindo, racionalmente, a vida material, estar sujeito às leis que regem o universo, mau uso do livre arbítrio ou às próprias contingências do planeta Terra".

Evoluir, progredir é um direito que todo ser encarnado tem, somos responsáveis diretos da nossa vida.

Após todas as reuniões, permanecemos nas dependências da Associação Maria Izabel para fazer um pequeno lanche e conversar um pouco, num clima de união e companheirismo.

Mensagem ao homem do povo:
...e aos homens que dirigem o povo

Abraham Lincoln.

Não criarás a prosperidade, se desestimulares a poupança.
Não fortalecerás os fracos por enfraqueceres os fortes.
Não ajudarás o assalariado, se arruinares aqueles que o paga.

Não estimularás a fraternidade humana, se alimentares o ódio de classes.
Não ajudarás os pobres, se eliminares os ricos.
Não poderás criar estabilidade permanente baseada em dinheiro emprestado.
Não evitarás as dificuldades, se gastares mais do que ganhas.

Não fortalecerás a dignidade e o animo, se subtraíres ao homem a iniciativa e a liberdade.
Não poderás ajudar aos homens de maneira permanente, se fizeres por eles aquilo 
que eles podem e devem fazer por si próprios.

ASSEMBLÉIA CARPINTARIA.

Contribuição do Sr. Jose Carlos Ferro
Diretor da Filial de Santana SP.

Contam que na carpintaria houve uma vez estranha assembléia. Foi uma reunião de ferramentas para acertar suas diferenças. Um martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia muito barulho; e além do mais, passava todo o tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que, também, fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo.

Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos.

A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito.

Nesse momento, entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou o seu trabalho, utilizou o martelo, a lixa, o metro e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia reativou a discussão.

Foi então que o serrote tomou a palavra e disse:

"Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos, e concentrêmo-nos em nossos pontos fortes".

A assembléia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limar e afinar asperezas e o metro era preciso e exato.

Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade.

Sentiram alegria pela oportunidade de trabalhar juntos.

Ocorre o mesmo com os seres humanos. Basta observar e comprovar.

Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa, negativa, ao contrário, quando se busca com sinceridade o ponto forte dos outros, florescem as melhores conquistas humanas.

AUTENTICIDADE E TRANSPARÊNCIA.

ANTONIO GOMES RANGEL.

A autenticidade e a transparência são, inequivocamente, a conjugação de dois grandes atributos que, a meu ver, representariam e deveriam prevalecer, de forma insofismável e inequívoca, como relevo do acervo espiritual de cada criatura humana, de espírito bem formado, para que essas virtudes possam, cada vez mais, serem incorporadas a outras tantas, aflorando e consumando-as em verdadeiros exemplos de dignidade.

Estas elevadas virtudes devem estar, permanentemente, presentes, seja dentro de uma Casa Racionalista Cristã, seja em qualquer outro lugar, onde, porventura, se fizessem necessárias a exigência e a comprovação da confiabilidade destes atributos do mais alto interesse humano em todas as nossas ações e atitudes, quando evidenciadas medidas, que pudessem, realmente, servir de referencial para aqueles que não tivessem nada a esconder ou ocultar.

Assim, também, como a paciência, tolerância e renúncia são fatores de grande preponderância no equilíbrio, que todos deveriam ter para suportar as investidas, ingratidões e injustiças alheias, principalmente, quando arremessadas por pessoas de quem nunca esperaríamos.

Portanto, continuam sendo a melhor e mais eficiente arma contra o preciosismo daqueles que, por presunção, se julguem donos da Verdade Cristã e superiores aos demais, mesmo sabendo de suas limitações e condições como seres humanos que somos, em vivência, neste Mundo Escola. No entanto, não é pela prepotência, arrogância, e outros tantos complexos de inferioridade, que se farão respeitáveis e reconhecidos como merecem ser.

Além de serem, também, a melhor resistência contra estas investidas ousadas e pretensiosas, objetivando atingir e denegrir, distorcendo com desdém e comentários desairosos a honrada dignidade e a boa imagem daqueles que ostentam, comprovadamente, ilibada e valorosa conduta.

Mas, apesar disso, e acima de tudo, devemos ignorar estas pretensiosas investidas, sem revide, para não guardarmos ressentimentos maiores, quando o certo seria contemporizá-las, reconhecendo que estamos no lugar de vítimas.

E, sem querer ser, demasiadamente, rigoroso e exigente pela elaborada formulação de inserir-se neste contexto palavras, um tanto, causticantes e duras na sua expressividade, não tem por isso o propósito de melindrar quem quer que seja, já que esse comportamento temperamental é, comumente, fácil de ser verificado entre os seres humanos, na sua quase totalidade, talvez, por falta de ensinamentos ministrados e absorvidos dentro dos lares, nos quais essa grande maioria, não teve a oportunidade de receber subsídios e conhecimentos necessários, de tal magnitude, que pudessem ser colocados em prática através do exercício da espiritualidade.

Mantermo-nos serenos e tranqüilos, cônscios de nossos deveres, direitos e obrigações para com nós mesmos e para com o semelhante, seria, no meu entender, de primordial importância, para podermos, de posse desses princípios inerentes a cada criatura, nos colocarmos nas devidas condições de respeitarmos nossos semelhantes, e fazer com que sejamos, da mesma forma, respeitados, reciprocamente, em igualdade de condições.

E, assim, procedendo, não deixarmos que todas essas adversidades nos prejudiquem e interfiram, a ponto de interromper nossa marcha evolutiva, pelo arrefecimento de nossa vontade em dar prosseguimento na defesa intransigente de nossa honra e integridade moral, quando atingida, de forma aviltante, pelo menosprezo do valor acumulado em cada ser. Principalmente, quando a serviço de uma grande Causa como esta, como a de trabalhar na Doutrina Racionalista Cristã, com o desejo ardente de continuar fazendo boas amizades e contribuindo para o progresso dessa Grande Causa.

E, nessa conduta, alcançaremos os mesmos objetivos de consagração de nossos ideais, tornados realidade pela consumação do dever, cumprido à risca e sem protelação, em benefício do Todo, como, também, de nós mesmos, de uma forma geral e absoluta, em direção ao Poder Maior, Força Máxima da Inteligência Universal.

E dando seqüência e continuidade, apenas para efeito de uma melhor assimilação, na ordem desse pensamento aqui exposto, com referência ao Grande Foco, Força Criadora revela-se, cientificamente, a forma mais autêntica de se expressar esse Poder Maior, que na expressão popular traduz-se na palavra Deus, como queiram, e, é claro e evidente, que Grande Foco ou Força Criadora, desta forma, assim, pronunciada, serve para melhor elucidação de um tema de transcendental relevância. Isto não quer dizer, que tais elucidações sejam desconhecidas pelos verdadeiros Racionalistas Cristãos pertencentes como membros militantes e colaboradores filiados a essa Grandiosa Doutrina, mas, com um caráter abrangente e todo especial aos demais que, porventura, tenham acesso a esse escrito, pois para os seres, verdadeiramente, esclarecidos estaria totalmente fora de cogitação insistir nestes detalhes esclarecedores.

PENSAMENTO:

"A manifestação de amor ao próximo é uma atitude toda 
espontânea e, portanto, nenhum dinheiro a pode comprar".

Trecho do artigo Sentimentos de Amor.
Publicado no Jornal A Razão de julho de 2001.

Casas Racionalistas – como é bom visitá-las.
Edson Cordeiro.

Visitar uma Casa Racionalista é sempre gratificante e fator de realização, como tive a satisfação de, mais uma vez, visitar no dia 20 de Junho de 2001 a Filial de Santana/SP, e pela primeira vez no dia 29 de junho de 2001, a Filial de Porto Alegre/RS, e a Filial de Itaperuna/RJ no dia 27 de julho de 2001.

Foi, realmente, magnífico e de alto psiquismo participar das Sessões Públicas nestas Filiais, onde pude constatar, mais uma vez, o verdadeiro fórum da espiritualidade, que são as Casas Racionalistas Cristãs, organizadas e supervisionadas pelas Forças Superiores, com a fiel colaboração de verdadeiros Racionalistas.

Como é bom visitar uma Casa Racionalista, nos encoraja e nos transmite forças rejuvenescidas de puríssimos fluidos.

Como foi bom participar mais uma vez, é uma experiência inesquecível participar dos trabalhos desenvolvidos, principalmente, naquelas Casas que contam com um pequeno número de valorosos companheiros, assíduos e confiantes nas Forças Superiores.

Quando viajarem - visitem, sempre que possível, uma Casa Racionalista Cristã, é um intercâmbio de experiência, satisfação e realização pessoal inexplicável para os céticos, e explicável para os estudiosos da espiritualidade.

Sempre me vem a lembrança da satisfação de todos os Presidentes e militantes ao receber um amigo, um companheiro e um militante de outra Filial, como sentimos ao receber companheiros e amigos de outras Filiais.

Avante companheiros!

A Doutrina Racionalista Cristã necessita de criaturas de boa vontade e disciplinadas, pois não visa a quantidade, mas sim a qualidade de seus militantes para proporcionar o seu Ideal maior que é o Esclarecimento da Humanidade.

Visitem uma Casa Racionalista e levem o seu incentivo!

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo