gazeta2.jpg (8041 bytes)

Seis perguntas sobre mediunidade feitas para a médium Sônia Maria Resendes

Jorge Alexandre Fares

(1) Quais são os primeiros sinais de que uma pessoa possui mediunidade?

Varia de pessoa para pessoa. Com Sônia, o primeiro sinal foi em desdobramento em uma reunião de Limpeza Psíquica no período da manhã (antes havia reunião também no período da manhã). Sem perceber começou a desdobrar. O presidente da Filial São Paulo, Santana, Sr. Antonio de Ornellas Flor, percebeu imediatamente. Conversou com Sônia, chamou-lhe a atenção por ter aberto os olhos e parado de desdobrar. Orientou-a para seguir em frente, que estava preparada para ser uma médium e solicitar orientações adicionais a companheira médium Sra. Guiomar Romanelli. A Sra. Guiomar desenvolveu a mediunidade na Casa-Chefe, no Rio de Janeiro, sob orientação direta do Sr. Antonio Cottas e Sra. Maria Cottas.

Desdobramento é o afastamento do espírito do corpo, mantendo-se ligado a ele pelo corpo fluídico através de cordões fluídicos com distensões "infinitas". Esse afastamento permite estar em qualquer lugar da atmosfera da Terra ou espaço distante, em companhia de um ou mais espíritos Superiores e espíritos dos mundos opacos em missões de Limpeza Psíquica da atmosfera fluídica da Terra.

Outros médiuns relatam que perceberam ter o atributo espiritual da mediunidade quando ouviam intuições de espíritos desencarnados ou transmitiam seus pensamentos, viam vultos ou luzes, sentiam cheiros diferentes na presença de pessoas ou situações (aromas perfumados ou desagradáveis), podiam prever acontecimentos ou sentir situações de perigo.

(2) Qual disciplina deve ser seguida fora das correntes?

É necessário seguir a disciplina padronizada por Luiz de Mattos para o exercício da mediunidade. Esta disciplina está descrita no livro Prática do Racionalismo Cristão, que pode ser adquirido em uma Casa racionalista cristã ou obtido através da internet, de forma gratuita, no endereço www.racionalismocristao.org

Além da disciplina descrita, Sônia lembra que não se deve esquecer de sair de casa com o pensamento elevado ao Astral Superior, não conviver com pessoas que podem diminuir as suas energias (vida anímica), podendo provocar enfraquecimento. É recomendado pelos Espíritos do Astral Superior, não receber, de forma alguma, espíritos na ausência das correntes fluídicas. As correntes fluídicas são formadas durante as reuniões de Limpeza Psíquica de segunda a sexta-feira, em uma Casa racionalista cristã. Se ocorrer o recebimento de espíritos na ausência das correntes, em locais que não sejam as reuniões, o médium encontra-se perturbado e deve rever sua conduta disciplinar. Sônia lembra que os pensamentos do médium devem ser sempre bons, estando desta forma, sempre conectado com as Forças Superiores.

(3) Qual deve ser a disciplina durante as reuniões?

Esquecer a vida material e entregar-se totalmente às orientações das Forças Superiores. O pensamento deve estar voltado para as Forças Superiores, e desta forma, o médium recebe as intuições adequadas para realizar os trabalhos mediúnicos.

(4) Técnicas durante os desdobramentos, como se comportar?

Elevar os pensamentos às Forças Superiores, não desviar os pensamentos de forma alguma, não pensar em acontecimentos e problemas materiais ou pessoas. Quando estiver nas correntes, ficar relaxada e confiar nas correntes fluídicas. Estando as correntes firmes através do pensamento concentrado dos companheiros militantes, o médium pode desenvolver o seu trabalho adequadamente e a Limpeza Psíquica será realizada com maior eficiência.

(5) Como se comportar durante as manifestações do Astral Superior e inferior?

Durante as manifestações dos Espíritos do Astral Superior: concentrar-se muito bem, deixar-se levar pelos fluidos benéficos dos Espíritos do Astral Superior, relaxar e aguardar o recebimento da intuição sobre o que fazer ou dizer. De forma alguma, religar-se às questões materiais ou pessoais, principalmente o médium que vai receber o Espírito do Astral Superior. É muito gratificante para quem exerce o seu papel de forma adequada. (Uma maravilha!).

Durante as manifestações dos espíritos do astral inferior: Concentrar-se muito bem, ser disciplinado ao receber os espíritos do astral inferior, pois quando o médium os recebe (transmite seus pensamentos), eles querem manipular o médium, fazer o médium de joguete, intuem palavrões, querem que o médium grite ou debata-se e tenha outras posturas inadequadas. O médium que conhece a disciplina a ser seguida tem como dever controlar as comunicações, saber como transmiti-las, para não prejudicar os trabalhos, a disciplina e as correntes. O médium é senhor de si mesmo, controla o que transmite. É necessário apenas seguir a disciplina padronizada.

(6) Quais são as formas como o astral inferior pode tentar perturbar o médium?

Quando o médium não tem disciplina, enfraquece-se, deixa-se envolver por miasmas deletérios dos espíritos do astral inferior, que são prejudiciais para o corpo fluídico; ouve coisas que não existem; vê coisas que não são reais; irrita-se facilmente; promove intrigas entre os militantes; discute por qualquer motivo; obseda-se aos poucos. A disciplina do médium racionalista cristão começa em seu lar, com seu exemplo. Se esta disciplina não é praticada em seu lar, é pouco provável que consiga praticá-la em outro lugar, principalmente durante os trabalhos relacionados com a Doutrina.

Os médiuns não estão imunes aos ataques dos espíritos do astral inferior, muito pelo contrário, são os mais atacados, devido ao importante trabalho que realizam com o arrebatamento de inúmeros espíritos inferiores que, com este arrebatamento, param de prejudicar o semelhante e têm suas maldades impedidas de serem realizadas.

Os espíritos inferiores tentam de todas as formas perturbar os médiuns, dentro ou fora das correntes. Quando o médium percebe esta tentativa de aproximação, deve imediatamente elevar o seu pensamento, fazer reservadamente as irradiações por 5 minutos, e imediatamente percebe a fluidificação realizada pelos espíritos Superiores, com afastamento dos espíritos inferiores da presença do médium.

A disciplina deve ser seguida por todos, não apenas pelos médiuns, mas todos que se prontificaram a trabalhar pelo esclarecimento e benefício da humanidade.

(Sônia Maria Resendes foi médium da Filial São Paulo, Santana. Atualmente é médium na Filial Santos.
Jorge Alexandre Fares é médico, foi militante da Filial Santana e Butantã. Atualmente é presidente da Filial Santos.
março de 2005; atualizado em abril de 2011.)
 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo