Teste de conhecimentos da doutrina racionalista cristã

316. Se "morte" quer dizer "fim", este conceito pode ser considerado um absurdo. Por que?

Ao aspear as palavras "morte" e "fim", o enunciado já admite a não aceitação do término de uma jornada material como interrupção da existência do ser, posto que a vida essencial - que é o próprio espírito - continuará indefinidamente, no determinismo de reencontrar-se como parte da resplandecência luminosa do Todo. E é assim que o Racionalismo Cristão contribui para desmistificar a cultura materialista da morte como o fim da vida em si. O apagar da luz não representa o esvair-se definitivo, porque a matéria será transformada e utilizada na composição de outros corpos e o espírito, como dito acima, prosseguirá em sua jornada.
Antonio Gurjão Praxedes
Militante na Filial Belém-PA

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo