Teste de conhecimentos da doutrina racionalista cristã

223. Comentar sobre a cremação de defuntos.

A decisão de se efetuar uma cremação é escolha da própria pessoa antes da morte do corpo físico ou dos responsáveis pelo corpo. Devemos nos lembrar que após a desencarnação o espírito não tem mais nenhuma ligação com o corpo físico. O que quer que aconteça com este corpo em nada afetará o espírito. Se este desencarnar com assistência astral superior, passará de imediato a devolver à atmosfera fluídica da Terra o material etérico que acumulou em seu corpo fluídico e necessitou para consumar sua encarnação com os elementos necessários para sua estada aqui (ver testes 214 e 215).

Levantar questões ambientais leva-nos a situações complexas. Se a cremação influi na contaminação da atmosfera, a construção de milhares de caixões exige a derrubada de um número muito grande de árvores, causando prejuízos ao meio ambiente. Como sabemos, as árvores recolhem gás carbônico e por fotossíntese produzem oxigênio. Técnicas mais recentes de liquefação propiciam o risco de contaminação de lençóis freáticos. Além disso, o que fazer com os ossos (estes não são liquefeitos)? Enterrá-los? Cremá-los?


Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo