Teste de conhecimentos da doutrina racionalista cristã

204. Como se formam "ondas" que se propagam, que alimentam "correntes"? Como participamos delas?

A posição assumida pelos vários participantes que contribuíram para nossa reflexão em torno do tema proposto mostra como devemos estar atentos aos nossos pensamentos.

Os pensamentos emitidos por um conjunto de pessoas numa mesma direção são responsáveis pela formação de fortes correntes, como as que construímos nos momentos disciplinares da limpeza psíquica em que cada um de nós dá sua parcela de contribuição para que se forme uma corrente propícia à atuação das Forças Superiores, que não só nos beneficiam individualmente, mas também trabalham pelo bem de toda a humanidade, encaminhando espíritos desencarnados em estado de perturbação na atmosfera fluídica da Terra aos seus mundos de estágio.

Por outro lado, devemos estar atentos também às correntes negativas que se formam por ocasião de grandes catástrofes, por exemplo, em que todos ficam horrorizados, penalizados com o que aconteceu e, com esses sentimentos negativos, alimentam tais correntes e se envolvem nela, sofrendo, revoltando-se ou entregando-se ao desânimo diante de atos de crueldade, de violência.

Sabemos que a mídia alimenta esse tipo de corrente e todo racionalista cristão deve ficar atento para não entrar nela, pois somos bombardeados por essas vibrações negativas durante dias, semanas, às vezes, meses.

Nós, muitas vezes, por sentimentos de piedade, por exemplo, participamos inadvertidamente dessas correntes, fortificando-as com nossas vibrações.

Parabéns a todos que se permitiram um momento de reflexão a respeito de nossa responsabilidade individual na formação dessas correntes que, como foi muito bem lembrado e salientado, são voltadas para o bem ou para o mal.

Nós somos responsáveis por nossos pensamentos, certo?

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo