Teste de conhecimentos da doutrina racionalista cristã

170. É através do sofrimento que o espírito adquire consciência de si mesmo?

A consciência é um atributo da Força, que desabrocha no momento em que ela alcança condições para encarnar num corpo humano. A consciência não é, portanto, devida a sofrimentos.

A consciência é então, por sua natureza, um sentimento e não o resultado de um exercício da razão.

É este sentimento, aliado ao estudo e raciocínio bem conduzido, que permite ao espírito compreender-se e esclarecer-se quanto à sua natureza. Essa tarefa será cumprida mais cedo ou mais tarde. Por negligência, não é raro o espírito descuidar-se dessa tarefa. Ele estará, assim, sujeito a sofrimentos. Porém, com sofrimentos ou sem eles, desde o início de sua jornada o espírito já possuia a consciência de si mesmo, embora não se compreendesse.

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo