Teste de conhecimentos da doutrina racionalista cristã

36. Você acha que, em um banco de embriões, a cada um deles fica atrelado um espírito?

Quando ocorre a concepção, um espírito prepara-se para encarnar e fica atento aos acontecimentos.

Entretanto, não nos parece lógico pensar que, em um banco de embriões, estejam milhares de espíritos já ligados à vida que poderá daí advir, ficando nesse impasse durante anos dependendo do livre- arbítrio de terceiros.

Uma reflexão sobre o assunto leva-nos a concluir que o espírito aguarda a oportunidade em que esse embrião será implantado em um útero feminino e aí comece a se desenvolver.

Pela leitura do que tem sido publicado sobre o assunto, e com base nas declarações dos cientistas que se dedicam a essa pesquisa, sabe-se que os embriões, depois de certo tempo, são descartados, isto é, são, literalmente, jogados no lixo.

Conclui-se que os espíritos também saibam disso e devem ficar atentos às famílias que desejam usar esses bancos de embriões e não aos embriões em si, pois esses, se não houver ninguém interessado em aproveitá-los, não terão nenhum futuro.

Por outro lado, imaginamos, também, que as Forças Superiores, que trabalham incansavelmente pelo bem da humanidade, estão atentas aos benefícios que podem advir dessas pesquisas que oferecem a possibilidade de reabilitar o corpo físico de tantos espíritos já encarnados.

Essas são conclusões a que se chega, colocando-se o raciocínio em ação.

Março 2008

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo