O mundo Terra é uma família universal

Ana Paula Oliveira

O Racionalismo Cristão explana princípios de moral e honradez. E como estão fazendo falta neste mundo estes dois sentimentos! Todos devem procurar ser humanos, viver com harmonia, com amizade, com compreensão, porque na essência todos os seres são irmãos, e é necessário que haja tolerância, para que reine a paz. Luiz de Mattos

O mundo Terra representa uma família universal,... sim uma família universal e fundamentalmente uma família espiritual, pois todos temos como referência o mesmo ponto de origem (Grande Foco de Luz) e a Ele regressaremos.

O propósito é comum a todos os espíritos ou almas, mas cada partícula de Inteligência Universal traz consigo um patrimônio espiritual diferente e, por isso, terá que vivenciar experiências de acordo com as suas necessidades de evolução, que lhe serão apresentadas através do cenário material onde reencarnarem. Esse cenário material possibilita ao espírito o despertar da consciência, que comporta o maior efeito para a encarnação, pois é através desse despertar que a criatura começa a valorizar cada vez mais a existência da verdadeira vida, a vida espiritual.

A humanidade tem que acordar desta indolência espiritual e deixar de se iludir pelo materialismo entorpecente e obsedante, desprezando as coisas mais sérias da vida, que são as espirituais.

A vida deve ser sempre inspirada por um nobre ideal, e para alcançá-lo ninguém deve medir sacrifícios. Cada um é o que quer ser e traz consigo, do espaço luminoso, do seu mundo de luz, todas as armas precisas para lutar, defender-se e vencer. Francisco Pereira Torres

Assim, os deveres materiais e espirituais devem de estar sempre presentes na consciência de cada ser, pois a vida reclama constantemente a cada um atitudes, gestos, palavras,... que traduzem o cumprimento do dever duma forma sempre honrada, digna, elevada e consciente. Cabe a cada um, estar sempre alerta e vigilante, sempre atento para conseguir em cada gesto algo que produza o seu efeito benéfico.

É aqui que encontramos a realidade e o fulcro do maior problema da humanidade, que ainda hoje não sabe "amar o próximo como a si mesmo", o mundo tem sede de amor! O amor é a força, é a vida! Tal qual Jesus ensinou, só o amor é real e tudo que se afasta desta fonte de vida produz sombra à alma, afasta-a da linha universal, comum e natural !

Os problemas da humanidade advêm da falta de amor, do respeito a si próprio e aos outros! É aqui que teremos que trabalhar pela humanidade, pela sua elevação, e aqueles que já encontraram esta verdade sabem da sua grande responsabilidade.

Quando o amor prevalecer entre as criaturas, gerar-se-á maior tolerância e a tolerância conduzirá à paz e à harmonia, quebrar-se-ão a indiferença entre os homens e a separação, que é apenas uma ilusão, pois somos todos uma família universal, somos um verso único - UNIVERSO!

E a maneira mais simples de a humanidade se sentir como uma família universal consistia unicamente em banir da existência humana a separação. Assim seria, entre nós, os homens, num país, entre as nações,... deixariam de haver os "muros" a separar, as idéias que entorpecem e violam a mente, não permitindo que o raciocínio límpido se manifeste, prevalecendo os preconceitos entre as raças, religiões, políticas e tudo que impede o ser humano de ser ele próprio, ser simples e livre habitante do planeta terra!

Maio 2010

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo