Nossas casas

Elen do Souto

O lar é o recanto íntimo da vida; deve ser o lugar aconchegante onde vivem os membros de uma família, solidários uns com os outros, nas dores e nas alegrias. É um templo de respeito, inviolável, onde se formam os homens e as mulheres de amanhã. Os seres criados sem lar, ao léu da vida, sofrem os reflexos dessa carência, e dificilmente se integram no meio social de maneira correta e louvável. Daí a grande importância do lar quanto ao poder de amoldar os espíritos ao trato comum, de desenvolver o sentido da ajuda e de estimular o interesse pela solução dos problemas internos, que têm por fim a defesa e o benefício do conjunto que o compõe. A felicidade existe de Luiz de Souza, p. 74

As Casas da doutrina racionalista cristã são como nossas próprias casas, nosso lar. Nelas damos os primeiros passos em busca do aprendizado da espiritualidade. Somos felizes criaturas por termos próximos de nós um núcleo de estudos avançados e de pessoas que se tornam orientadores dentro de uma dessas Casas.

Dentro de uma Casa, freqüentando as reuniões de limpeza psíquica e praticando a leitura das obras da Doutrina, a criatura pode descortinar um mundo novo, sem o véu do fanatismo religioso, apenas enxergando a verdade que lhe fora negada.

Nossas Casas são escolas de espiritualidade, disso todos já sabemos, porém, muitos de nós estamos tão acostumados a tê-las bem próximas que deixamos para outro dia aquela visita programada. Isso é uma verdade que todos podemos constatar dentro de muitos grupos que já conhecem a Doutrina há muitos anos, pois, vão deixando para depois os seus estudos sobre a mesma. Quando, por motivos variados, a vida nos leva para uma localidade distante, onde não existe uma Casa do Racionalismo Cristão, é que podemos compreender ainda mais o verdadeiro valor dos trabalhos realizados dentro dela.

Para os que sempre frequentaram, sempre leram e nunca perceberam como seriam suas vidas sem um pólo da Doutrina por perto, convidamos a projetar em suas mentes tal ideia. Pensem como seria isso e percebam como reagiriam. Nós que já nos sentimos racionalistas cristãos, invariavelmente, nos vemos perdidos nesta ocasião. Torna-se muito difícil não ter a referência de uma Casa próxima, especialmente quando os problemas vão surgindo e a vida correndo. Mas, logo é possível, com estudo e disciplina, colocar a vida em ordem e perceber que possivelmente nossa casa se tornou uma referência também, entre muitas Casas do Racionalismo Cristão. Nosso lar agora é um pólo onde nossas famílias irradiam seus pensamentos a fim de atrair os eflúvios benéficos do Astral Superior e nossos momentos reunidos para limpeza psíquica nos revigoram como nos momentos de outrora, quando íamos a uma Casa próxima. Uma coisa não poderá substituir outra com certeza, mas ficarmos isolados sem a disciplina da limpeza psíquica não é uma boa experiência para os racionalistas cristãos.

Somos felizes por termos tantas Casas espalhadas pelo Brasil e pelo mundo, mas, precisamos ver com olhos de quem realmente quer enxergar e perceber a importância espiritual destas Casas em nossas vidas. Voltar a uma casa racionalista cristã que sempre freqüentamos é como voltarmos para nosso lar.

Revisado por Claudio Valpasso

Rio das Ostras, Setembro 2010

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo