gazeta2.jpg (8041 bytes)

Nada acontece por acaso

Luiz Hamilton Menossi

Sorte e acaso não existem, e, se não existem, tudo que acontece é causa e efeito, assim determinam as leis naturais e imutáveis que regem o Universo.

A vida terrena apresenta lutas, entraves, agonias, adversidades, quem não as tem? Os seres esclarecidos, porém, estão preparados para tudo enfrentarem com naturalidade e, portanto, com menos sofrimento.

Viver é lutar sempre. Se a vida se apresenta dura é justamente nessa dureza que está o aprendizado. Às vezes, a dor é companheira conscientizadora dos seres humanos. É necessário saber recebê-la e vencê-la com muita luta e perseverança.

Todo desdobramento na história do planeta e da humanidade tem uma razão de ser. Portanto, é só procurar essa razão com inteligência que certemente será encontrada.

Infelizmente, no mundo de hoje o materialismo fala muito alto.

Respeito, dignidade e valor vêm desaparecendo. Por isso, a humanidade caminha desordenadamente. Em contrapartida, belíssimos e grandiosos ensinamentos traz o Racionalismo Cristão! São lições que transmitem aos seres humanos coragem e valor, para enfrentarem as vicissitudes da vida e vencê-las.

Inspirados pelas Forças Superiores – mesmo sem o saberem – muitos seres humanos bem intencionados, diante das adversidades encontram soluções, vencem barreiras, superam obstáculos que encontram no caminho, tanto na vida material quanto na espiritual. Os que raciocinam bem intencionandos agem no momento certo, de acordo com a situação, pois recebem intuições das Forças Superiores, as quais são atraídas por seus pensamentos elevados.

Belíssimos e grandiosos exemplos dão aos semelhantes os que seguem os ensinamentos do Racionalismo Cristão! A Doutrina prepara seres humanos com coragem e valor, para enfrentarem as vicissitudes da vida e vencê-las, ensinando como agir certo e trabalhar com eficácia. Como lutar bem nos momentos oportunos!

Setembro 2008

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo