Será o gosto pela indisciplina tão apelativo?

Maria Mena e Eliane Ramos

A humanidade está carecendo de esclarecimento e de preparo espiritual para resistir ao tremendo vendaval de loucura que se tornará a peste mais perigosa do século e de todos os tempos, e para a qual a ciência médica não terá remédio, assim declarou Luiz de Mattos, algumas décadas atrásNoções de Racionalismo Cristão, João Baptista Cottas.

Estamos a viver o momento previsto por Luiz de Mattos em 1910, a epidemia da loucura. Senão vejamos, conhecemos mais de uma pessoa que tem stress, asma, depressão, esgotamento, entre outros problemas. Por que será que é tão difícil ao ser humano adaptar regras para um viver escorreita à sua vida?

Por que é difícil mudar? Viver disciplinadamente?

Será o vício do mau viver tão apelativo, mesmo com sofrimento, em vez da aceitação à mudança?

Por acaso já pensou no seu núcleo familiar, aqueles que são arrastados, para o sofrimento? O segredo desta renitência talvez seja a medicação que adormece os sentimentos. Até quando estarão permissivos a esta situação?

Que afetos estarão a transmitir a quem está sob a sua responsabilidade, será distanciamento e indiferença?

Que valores estes adultos responsáveis querem transmitir àqueles que um dia escolheram como pais?

Os filhos contam com a preocupação, carinho, paciência, tolerância e tantos atributos a desenvolver no seio da família, até porque estas serão as suas ferramentas de vida na interação com os outros, durante o seu percurso de vida.

A família é a primeira escola, dentro da escola que é o planeta Terra.

Continuamos a perguntar:

Que filhos andamos a educar e a dar ao Mundo?

O que podemos esperar de nossos jovens? Estamos nós ensinando-os o caminho da disciplina? Ou estamos deixando-os correr soltos fazendo suas vontades e ainda achando bonitinho?

Estamos corrigindo seus erros mostrando-os o caminho certo mesmo que o desagradem? Ou estamos procurando culpados para os erros que eles cometem inocentando-os, vendando os olhos para seus defeitos e nos recusando a moldar os seus caráter?

A doutrina racionalista cristã, uma filosofia para o nosso tempo, oferece através das suas obras inúmeras regras de comportamento, para um viver lúcido, acessível a qualquer entendimento, Tem que haver regras da parte de quem procura abertura para mudar e disciplinar a sua vida, que irá beneficiar além de si mesmo, também quem consigo convive. É possivel mudar, evoluir, crescer, basta querer e iniciar, praticando a disciplina que é fundamental na vida de todos os seres encarnados.

A mudança irá tornar a sua presença prazeirosa, sua companhia agradável, até a seus familiares, basta ter força de vontade para estudar e educar-se.

Ninguém é perfeito, mas todos devem caminhar rumo a perfeição.

Maria Mena, Portugual - Eliane Ramos, Petrópolis, RJ. Maio 2011

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo