gazeta2.jpg (8041 bytes)

Doutrinas absolutamente similares

Luiz Hamilton Menossi

Praticar o Racionalismo Cristão é exercitar a razão sobre as questões importantes da matéria e do espírito. Buscar o ponto do meio. Do equilíbrio. Entre Força e Matéria.

Estamos todos nós em busca da felicidade e garantem-nos as Forças Superiores que vamos encontrá-la na prática da virtude cristã. Para o Racionalismo Cristão os pensamentos e os atos formam a conduta, a qual é o terreno onde frutificam as correspondentes consequências do nosso livre-arbítrio – este, a natural condição de liberdade para o nosso proceder e aperfeiçoamento espiritual.

Para o Racionalismo Cristão o espírito enquanto encarnado deve viver em equilíbrio as duas vidas – material e espiritual –, mas sempre com a consciência de que a vida espiritual é a permanente, portanto, consciente de que a evolução espiritual tem maior valor que os bens materiais.

Os pontos de similaridade entre a Doutrina de Jesus e o Racionalismo Cristão são claros, o que Jesus atribui à decisão humana perante a própria consciência o Racionalismo Cristão atribui às leis naturais e à decisão do próprio espírito.

Se substituirmos a concepção filosófica de Jesus pela de Luiz de Mattos em que predomina a razão guiada pelo espírito em observância a leis naturais, todo o ensinamento de Jesus faz sentido para o mundo atual e os dois ensinamentos apresentam absoluta identidade.

Força e Matéria subsistem em algum lugar profundo do nosso ser e são também constantemente intuídos pelo Astral Superior. Nós escolhemos entender ou não. O Racionalismo Cristão contribui para a apresentação para a humanidade das leis naturais, imutáveis e eternas, servindo de fundamento filosófico espiritualista a todo o saber científico. Ensina o amor fraterno cristão, também a existência da Vida Inteligente Universal (Grande Foco) e o caminho para viver em conformidade com as suas sábias e imutáveis leis naturais.

Outubro 2008

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo