gazeta2.jpg (8041 bytes)

Conciência espiritualista

José Maurício Kimus Dias

  1. Todo ser humano é um universo espiritual, por isso muito importante dentro de sua individualidade; muitos ainda não despertaram para este fato. Somos uma centelha da Força Criadora e não podemos esquecer disto.
  2. Não precisamos escalar altos cumes para ver e sentir a "Luz", pois ela também faz parte de nossa consciência. Esta luz consciencial é que nos liga com toda a essência da criação que vibra no cosmo, do micro ao macro.
  3. Existem muitas doutrinas, muitas seitas e muitas religiões. Várias têm até boas intenções, no entanto, não conseguem exercer seu verdadeiro papel esclarecedor da verdade, não existe uma disciplina adequada, não existe uma boa corrente de vibrações de energias, então se fragmentam no tempo e no espaço perdendo a sua finalidade e eficácia como escolas espiritualistas.
  4. As soma de nossas vibrações auxiliam os Espíritos Superiores em sua tarefa no mundo astral.
  5. Podemos fazer irradiações e boas ações, mas, se não vigiarmos nossos pensamentos, não conseguiremos evoluir a energia subconsciente e espiritual que nos liga com o Todo.
  6. O racionalista cristão tem sempre segurança e firmeza no que faz não se importando com o que os outros falam e conjeturam a seu respeito.
  7. Aos poucos, o véu que cobre os nossos olhos vão sendo retirados. Esta bela doutrina nos permite ver o que está acontecendo diante de nós!
  8. Devemos prestar bastante atenção nas informações que nos chegam de todas as maneiras hoje em dia, sejam elas por meio do rádio, televisão, e-mails etc. Muitas delas geram medo, revolta, tristeza, inveja, ciúmes e com isso "enfraquecem" nosso corpo espiritual com energias deletérias.
  9. Os Espíritos Superiores têm dificuldades em se sintonizar quando nos revoltamos ou sentimos medo.
  10. Quem estuda e contribui com a Espiritualidade ensinada pelo Racionalismo Cristão tem de aprender a desviar e neutralizar as energias negativas e inconveniências de pessoas encarnadas, e de espíritos inferiores também. Muitos de nós até falamos: "Não sou perfeito!". Mas, devemos sempre lembrar que o caminho da espiritualidade não é fácil. Devemos contribuir trabalhando no sentido de fazer o bem sem olhar a quem, ajudando no esclarecimento da humanidade. Então, cada vez que você tomar um tombo, levante e siga em frente fazendo o bem e esclarecendo quem você pode.
  11. Os espíritos obsessores sempre estão tentando atrapalhar quem está crescendo; não dê abrigo a eles, pois, eles fazem de tudo para impedir nosso estudo e a evolução do espírito. Sabendo disto, não podemos desanimar !!!
  12. A intuição, de quem está com a aura vibrando de maneira desperta, esclarecida e serena, é uma arma poderosa para poder distinguir o bem e o mal!
  13. Devemos, também, trabalhar o amor no coração expandindo-o.
  14. O SENTIR, o SABER e o FAZER formam, no espiritualismo, um tripé de equilíbrio espiritual que nos faz evoluir em direção à perfeição.

José Maurício Kimus Dias, Teresópolis, RJ - 3 de outubro de 2003

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo