gazeta2.jpg (8041 bytes)

Água fluidificada

Ana Paula Viana Pinto Oliveira e José Gonzalo Villaverde Couto

1. Introdução

A água é a substância de maior importância existente na terra, tão comum, que não nos apercebemos da sua natureza única. Sua proporção é de 70% a 75% entre o fluxo das águas na superfície do planeta e terras emersas. Esse equilíbrio comprova-nos ser a Terra um ser vivo, onde dentro de si, através da água, permite a transformação, o desenvolvimento e a preservação de todas as formas de vida.

Na sua simples constituição, a molécula de água é composta por dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio e os cientistas acreditam que apareceu no planeta há cerca de 4,5 bilhões de anos atrás, mediante a gradativa cristalização da lava de vulcões.

Na natureza, a água apresenta-se nos estados líquido, sólido e gasoso, estando em constante interação com o solo, a atmosfera, a vegetação e os animais. Assim sendo, a água desenvolve um ciclo, denominado ciclo da água ou ciclo hidrológico, responsável pela renovação do planeta.

Esta movimentação da água deve-se, principalmente, à energia radiante de origem solar e à atração gravitacional.

A energia solar é a fonte de energia térmica necessária para a passagem da água das fases líquida e sólida para a fase de vapor e é também a origem das circulações atmosféricas que transportam o vapor de água e deslocam as nuvens. A atração gravitacional dá lugar à precipitação e ao escoamento.

O ciclo hidrológico define-se como uma seqüência fechada de fenômenos, pelos quais a água passa do globo terrestre para a atmosfera, na fase de vapor, e regressa àquela, nas fases líquida e sólida. Estas transferências da água da superfície do globo terrestre para a atmosfera dão-se por evaporação direta, transpiração das plantas e animais e por sublimação (passagem direta da água da fase sólida para a de vapor).

É através da evapotranspiração – evaporação dos oceanos, rios e lagos e transpiração dos vegetais e animais –, que o vapor de água entra na atmosfera e forma as nuvens, que sob a influência do movimento das correntes atmosféricas retorna à superfície. Esta movimentação das correntes atmosféricas provoca a precipitação, que pode ocorrer no mesmo local em que se deu a evapotranspiração ou a milhares de quilômetros de distância. E por condensação, devido ao arrefecimento, a água transforma-se em chuva e por gravidade cai e escoa pelos solos, infiltrando-se e escorrendo para rios, lagos e oceanos. Processando-se assim novamente o ciclo, temos a interminável reciclagem da água.

Admite-se que a quantidade total de água existente na terra, nas suas três fases, se tem mantido constante, desde o aparecimento do homem. A sua distribuição equilibrada é que tem sido afetada, causada principalmente pelas atividades deste, no universo.

Entre as moléculas de água promovem-se ligações intermoleculares muito fortes (pontes de hidrogênio), responsáveis pelas suas propriedades únicas. Considerando apenas algumas das suas principais propriedades:

É a única substância na natureza que pode coexistir em equilíbrio nos três estados físicos (sólido, líquido e gasoso);

É um excelente solvente para muitos compostos iônicos, assim como para outras substâncias capazes de formar com ela ligações de hidrogênio, portanto facilmente dissolve e transporta substâncias, servindo como agente de limpeza;

A sua tensão superficial é elevada, devido a sua estrutura fortemente unida, isto explica a formação de gotas de água;

Quando congela expande-se (aumenta de volume) formando uma rede cristalina com grandes espaços vazios, motivo que explica a sua menor densidade e o seu aumento de volume; é a razão porque o gelo flutua sobre a água líquida.

Sendo a água uma substância presente em todo o planeta Terra e em todos os processos de vida, torna-se imperioso mantê-la saudável para que as diferentes formas de vida continuem a subsistir e a regeneração da vida aconteça naturalmente.

A água destinada para consumo humano, fornecida por sistemas de abastecimento público requer uma série de tratamentos e verificação de certos parâmetros.

Para tal são usados métodos universais (Standard methods for the examination of water and wastewater) para análise e verificação de parâmetros físicos, químicos e microbiológicos. Estes vão assegurar a qualidade da água para consumo humano. Por norma são regidos por leis que têm como objetivo primordial proteger a saúde humana dos efeitos nocivos resultantes de qualquer contaminação. Para se manter os reservatórios (caixas d'água) em condições higiênicas adequadas, deve fazer-se a sua limpeza periodicamente (pelo menos duas vezes por ano). Essa limpeza deve obedecer a certos requisitos:

Abrir as torneiras, deixando escoar a água pelos seus canos;

À medida que a água escoa, escovar o fundo e as paredes do reservatório com uma escova reservada exclusivamente para essa finalidade;

Encher novamente o reservatório e adicionar 100 mL de hipoclorito de sódio para 1000 mL de água;

Tapar o reservatório, e deixar atuar essa solução durante uma hora;

Esvaziar o reservatório, voltar a enchê-lo com água limpa fazendo novamente o escoamento da água para retirar o cloro residual;

Finalmente enchê-lo com a água pura e acondicioná-lo muito bem para impedir a entrada de qualquer contaminante.

O corpo humano é composto de água entre 70% a 75%, e alguns órgãos variam em seus teores; os pulmões e fígado (86%), o sangue (81%), o cérebro, músculos e o coração (75%), assim a ingestão de água pura permite bem estar geral, e se ingeridas em jejum de 1 a 2 copos, pelo menos 10 a 15 minutos antes da primeira refeição, suas propriedades estarão em contato direto com a corrente sanguínea, nos seus movimentos a água tem poder de solução e de dissolução, ela hidrata, lubrifica, aquece, transporta, lava, elimina toxinas e repõe energias.

No período de Lua Cheia, há um pequeno acercamento da Lua com a Terra, e pelo efeito gravitacional, acontece o fenômeno das marés, devido os minerais existentes na água, transformando a Terra, no que poderíamos dizer simbolicamente, quase que em formato de um ovo, também poderíamos acrescer que há um ligeiro aumento de movimentação nas atividades de animais e humanos, devido às correntes sanguíneas sofrerem o mesmo processo gravitacional.

E na relação da água com o oxigênio, conseqüentemente, há a criação e a manutenção da vida, transformando o homem em permanente lutador pela sua sobrevivência em locais áridos e nos períodos de estiagem, e nesse processo de saciar a sede e banhar-se, sentiu-se revigorado, levando o homem com sua incipiente faculdade da mediunidade, a mistificar o processo terapêutico da água com a vida existente no planeta Terra.

E não raro, ainda encontramos tribos indígenas que cultivam rituais para iniciantes, onde misturam ervas e água, mesclando oferendas a supostos deuses. Também há evidências de antigas civilizações na América Central, onde construíram seus templos de adoração em cima de correntes de águas subterrâneas, acreditando na influência das energias que resultam do campo gravitacional, eletromagnético e eletrostático.

2. Fluidificação da água preparada em casa

Em relação à transformação da água pura em água fluidificada, devemos por em consideração as vibrações de Inteligência Universal e a sua benéfica influência. Essa Força, existente no universo que organiza, incita e movimenta tudo.

Esse poder que existe em tudo é força criadora, cria e proporciona as condições para se estabelecerem elos ou ligações entre as partículas. A força tem como propriedade principal o movimento, permanente ação consciente e constante. Usa-se da matéria para a transformar.

Na preparação da água fluidificada, coloca-se um recipiente com uma certa quantidade de água e em seguida fazem-se as seguintes irradiações, durante 3 a 5 minutos, ao Astral Superior e ao Grande Foco.

Irradiação 'A'

Ao Astral Superior Grande Foco, Força Criadora!
Nós sabemos que as leis que regem o Universo são naturais e imutáveis, e a elas tudo está sujeito. Sabemos também que é pelo estudo, raciocínio, e sofrimento derivado da luta contra os maus hábitos e as imperfeições, que o espírito se esclarece e alcança maior evolução. Certos do que nos cabe fazer, e pondo em ação o nosso livre-arbítrio para o bem, irradiamos pensamentos aos Espíritos Superiores, para que eles nos envolvam na sua luz e fluidos, fortificando-nos para o cumprimento dos nossos deveres. Ao Grande Foco;


Irradiação 'B'

Grande Foco ! Vida do Universo!
Aqui estamos a irradiar pensamentos às Forças Superiores para que a luz se faça em nosso espírito, e ele tenha consciência dos seus erros, a fim de repará-los e evitar o mal.


Ao fazer-se as irradiações, através do pensamento sublimado e incondicional, que é manifestação da força, dá-se origem a uma série de vibrações, que atuam imediatamente na matéria fluídica, sendo lançadas para o exterior, para o espaço, adquirindo uma forma definida e real diferente em densidade da matéria organizada. Por serem Seres Superiores, estabelece-se um cordão de luz de elevação com esses Seres Superiores, formando um campo magnético, contendo fluidos lançados pelo Astral Superior. Este campo magnético produzido, induz e emite fluidos.

Estes fluidos transformam a água pura em água fluidificada, acrescentando à sua pureza outras propriedades, que ainda não são do conhecimento dos seres humanos, e atualmente apenas conhecidas por espíritos superiores, energias que alteram assim a sua estrutura, conferindo-lhe um maior poder de absorção e maior cristalinidade, aumentando o seu brilho.

Esta água não pode ser fervida nem exposta a luz solar. Por tal fato é aconselhada a sua ingestão pelos efeitos benéficos e terapêuticos, neutralizadora e preventiva, aumentando o poder reação de nosso organismo de certos males. É recomendada no tratamento da obsessão, e o obsedado devera tomar um cálice de água fluidificada de hora em hora, e bebê-la sempre que tiver sede, podendo também ser usada externamente, para lavar ferimentos ou em compressas, fria ou amornada em banho-maria. As pessoas sadias poderão tomá-la também, como se fosse água comum sem restrição alguma.

Assim como o oxigênio que respiramos, como a energia que é transportada pelos materiais, como a luz e o som que percorrem o espaço, sob a forma de ondas eletromagnéticas, assim são as vibrações do espírito, em movimento e luz, apenas sentimos a sua presença!

Estudos realizados sobre a água demonstraram que quando submetida a campos magnéticos adquire uma maior predisposição e facilita o desabrochar rápido de plantas regadas com essa água.

Também se demonstrou que sendo uma substância usada como solvente, depois de várias diluições, poderia ainda guardar em memória o solubilizado, explicando assim o efeito que poderá produzir em medicamentos. É também verdade que pela sua estrutura química facilmente faz ligações com outras partículas e forma agregados – esses agregados podem surgir como agente de limpeza e também terapêutico.

Ressaltamos que o mecanismo de fluidificação da água preparada em casa poderá não atingir seus objetivos finais, uma vez que, a corrente fluídica estabelecida entre o plano físico terra a terra e o espiritual Superior depende, entre outros fatores, de uma intensidade mínima de corrente fluídica com o Astral Superior e que esta se mantenha ao longo das irradiações. Então, alertamos que será possível acontecer exatamente o inverso, se durante essas irradiações algumas criaturas não souberem irradiar devidamente com pensamentos elevados, poderá ser que não ocorra o fenômeno da fluidificação. Isto é, na corrente fluídica ocorra a presença do astral inferior, sem dúvida comprometerá o mecanismo de fluidificação da água conforme descrito no item 3 a seguir.

3. Fluidificação da água nas Filiais do Racionalismo Cristão

A fluidificação da água nas Filiais do Racionalismo Cristão obedece a uma rígida regulamentação disciplinar objetivando estabelecer e manter uma intensidade de corrente fluídica, a qual somente é conseguida através do procedimento de emissão ordenado de pensamentos irradiados ao Astral Superior, estabelecendo-se desta forma um elo de ligação entre o plano físico terra a terra e o plano físico espiritual superior denominado pelo Racionalismo Cristão como sendo corrente fluídica, a qual é constituída de um tecido ou rede fluídica.

Na etapa específica de fluidificação da água, a intensidade de corrente fluídica é consistente e constante, os médiuns, suportados por esteios e envolvidos no tecido fluídico, colocam suas mãos sobre a superfície da água a ser fluidificada (que normalmente é uma caixa d'água, devidamente tratada, a qual está localizada na sala das correntes ao lado do estrado onde são realizados os trabalhos de Sessões Públicas ou Particulares).

Nesse momento cada um dos médiuns cita o nome do espírito superior que, então, espargem seus fluidos benéficos sobre a superfície da água, dando-se início ao mecanismo de fluidificação da água. Este mecanismo ocorre no espaço-tempo do plano físico espiritual superior que, quando comparado com o nosso espaço-tempo (terra a terra), apenas como informação este tempo seria da ordem de um simples piscar de olhos.

Ao término deste específico momento em que os médiuns citaram o nome dos espíritos superiores, presentes no tecido da rede fluídica, o fecho faz uma irradiação 'B' e a seguir o Presidente dos trabalhos encerra a Sessão com duas suaves batidas, com o dorso do bastão e a água está então fluidificada.

Posteriormente esta água é bombeada para uma caixa superior, também higienicamente tratada, onde será distribuída para os pontos de distribuição, nos quais deverão possuir filtros de linha para reter as impurezas, sejam estas micro ou macro partículas sólidas, que não foram decantadas na caixa superior, ou mesmo absorvidas pela tubulação e conexões, as quais como sabemos estabelecem o nível de dureza da água. Após então estas etapas básicas de manutenção e conservação da qualidade da água potável a água fluidificada está pronta para ser consumida pela militância e assistência do Racionalismo Cristão.

4. Mecanismo de fluidificação da água

O mecanismo simplificado aqui proposto está baseado no principio da interação entre Força e Matéria, previamente codificado em 1910 por Luiz de Mattos.

Inicialmente torna-se imperioso esclarecer que a frase encontrada na bibliografia clássica do Racionalismo Cristão, os espíritos superiores espargem seus fluidos benéficos sobre a superfície da água a ser fluidificada, esta ocorre na nossa simples visualização do estado macro no nosso espaço-tempo terra a terra. Vamos então entender o significado desta frase no espaço-tempo espiritual superior, suportado evidentemente por uma base científica simples:

O tecido de rede fluídica constituída apenas por espíritos superiores, possui um dimensional de malha ou membrana, a nível atomístico, muito inferior a matéria quintessenciada, muito diáfana, por isso denominada de rede fluídica.

Esta rede atravessa a rede de matéria cósmica condensada de moléculas de água, porém o faz muito próximo ao seu verdadeiro espaço-tempo pois, como sabemos na essência da matéria, esta é constituída além da existência de ínfimas partículas de matéria organizada, ainda pode existir a presença de filamentos de energia, conforme aponta a ciência moderna.

Por outro lado é bom lembrar que a rede fluídica dos espíritos superiores não é ainda totalmente fluídica, pois, a Força que nela habita ainda possui traços de matéria ou filamentos de matéria que, como sabemos, sua densidade é proporcional ao estado evolutivo espiritual.

Notem a complexidade, fisicamente falando, da interação envolvendo o encontro dos tecidos da rede fluídica da Força com os tecidos das redes das mais ínfimas partículas de matéria, hidrogênio e oxigênio, envolvendo principalmente as nuvens eletrônicas e suas complexas ligações, compartilhadas entre os respectivos orbitais, que formam a molécula de água, cujo símbolo químico é H2O.

Esta complexidade já tinha sido observada por Luiz de Mattos, quando ele afirmou que a ciência espiritualista só seria compreendida quando a ciência moderna estudasse os mecanismos de interação entre Força e Matéria, pois é através do resultado destes estudos que estão as respostas para os caminhos do desenvolvimento da ciência moderna.

Como resultado simplista da passagem do tecido fluídico dos espíritos superiores através dos intervalos vazios entre as moléculas de água, que compõem o tecido de matéria cósmica condensada, ocorre de imediato uma simples operação de limpeza, por arraste dos demais tecidos também fluídicos provenientes do plano físico espiritual inferior, os quais possuem diferenças enormes no dimensional de malha, e na densidade de matéria, sendo desta forma facilmente identificados e retirados das moléculas de água, pela finíssima rede fluídica do astral Superior.

Após a remoção ou limpeza desses diferentes tecidos fluídicos provenientes do astral inferior, podemos destacar os seguintes resultados de ordem física:

Primeiro: A luz solar ou artificial, poderá ser refratada com mais facilidade através dos intervalos vazios entre as moléculas de água fluidificada, conferindo de imediato maior intensidade de brilho e, conseqüentemente, se apresenta mais clara aos nossos olhos.

Segundo: Ocorre um incremento natural da intensidade vibratória e ainda com mais harmonia devido ao relaxamento ocorrido nas ligações atomísticas entre os últimos orbitais dos elementos químicos que constituem a molécula de água.

Este efeito físico conduz de imediato a um aumento energético da molécula devido ao incremento da intensidade eletromagnética, nos dipolos (campo elétrico com linhas de força negativa e positiva, com cargas iguais e opostas) existentes nas suas extremidades, registrando-se como se fosse um tipo de um selo magnético às moléculas de água fluidificadas.

Esta água fluidificada ao ser ingerida pelas criaturas com esta nova característica, ao chegar ao nível celular dos órgãos físicos da criatura, seu corpo astral as detecta e informa imediatamente ao corpo mental (espírito) através de suas interfaces.

Dependerá então da decisão única do seu próprio livre-arbítrio, e do corpo mental, se corrigirá sua deficiência específica em um dado órgão ou não. Evidentemente que a vontade da criatura ou do corpo mental somado ao seu livre-arbítrio é que decidirá por si só seu próprio caminho.

Cabe esclarecer dois fatos:

Primeiro: De forma alguma o Astral Superior intervirá diretamente na decisão do livre-arbítrio de um dado corpo mental específico, apenas coloca a sua disposição a possível ajuda para minimizar ou mesmo corrigir a deficiência de ordem celular;

Segundo: Fica claro também que o mecanismo de fluidificação da água, através da interação entre Força e Matéria, não remove de forma alguma nenhum elemento, ou matéria organizada dissolvida na estrutura molecular da água.

5. Conclusão

A água, que nos rodeia a cada minuto, quando respiramos, inalamos ou exalamos, encontrando-se sob a forma visível ou invisível, ainda é para nós um mistério. Devemos-lhe muito respeito! Pois sem ela não há vida, sendo preciosa demais e indispensável a todas as atividades humanas.

Ela é poderosa e adquire uma vibração curativa quando recebe fluidos espargidos do Astral Superior, através dum processo chamado fluidificação da água. É-lhe incrementada uma intensidade eletromagnética e como um copo de água corresponde 1024 moléculas de água, então sua energia vibratória aumentará para cada uma dessas moléculas.

Este processo desencadeia-se instantaneamente, no qual o tecido de rede fluídica constituída por espíritos superiores atravessa a rede de matéria cósmica condensada de moléculas de água, resultando a chamada água fluidificada.

Podemos, então, concluir que a água fluídica é seguramente uma substância de maior poder benéfico para os nossos órgãos do corpo físico, quando comparada com a água potável convencional.

Maio de 2006

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo