A obra de Jesus é presente

Ana Paula Oliveira e Wilson Candeias Moita

O progresso espiritual é uma necessidade... O materialismo só prejudica o espírito, ele entorpece a razão, ele embrutece as almas e como no mundo são mais os materialistas do que aqueles que cuidam do espírito, que desejam espiritualidade, a situação do mundo também se torna pesada, impedindo que se faça aquilo que se poderia fazer mais rapidamente e com muito mais firmeza. Luiz de Mattos

A sua verdadeira doutrina perpetuar-se-á através dos tempos com os seus princípios naturais, universais e imutáveis.

Assim, Jesus, em seu tempo procurou transmitir ensinamentos, esclarecer, doutrinar, orientar e fortificar as almas, que encontrava pelo caminho, fornecendo-lhes o conhecimento e a verdade da vida.

Esclarecer a humanidade era o seu maior "sonho", libertá-la da ignorância de si mesmo, desvendar a verdade existente em cada um. Ensinar que cada criatura tem em si a força capaz de vencer qualquer adversidade, e que o pensamento tem muita importância na vida de cada ser.

O pensamento é uma força saturada de poder, que se reflete no comportamento humano. Então, conforme pensar, assim será. Que a base e síntese de tudo reside no binômio composto de força e matéria ou alma e corpo físico. E que a firmeza de caráter principia quando a criatura souber respeitar-se a si própria e aos outros e conhecer-se como força e matéria.

Base e síntese de tudo: Força e Matéria; alma e corpo.

Jesus não fez "milagres", Jesus ensinou os homens a usar a força que reside em si, e aqueles que a usaram bem, souberam entender o valor e a importância que ela tem na vida de cada um.

Esta é a verdadeira doutrina de Jesus fazer do homem uma criatura feliz e honrada, direcionada para elevação e a perfeição, obedecendo a lei evolutiva, sempre em sentido ascendente.

Hoje nós percebemos a evolução da humanidade em múltiplas formas, podemos citar como exemplo: a evolução do estágio da medicina, alimentação balanceada, na inter-relação entre os homens sente-se a confiança mútua, nas comunicações temos o auxílio da informática, as escolas contam com professores com nível mais elevado na passagem de informações, e nos transportes contamos com recursos cada vez mais seguros.

Mas, a vida do homem, assim como a humanidade está recheada de acontecimentos que surgem como uma consequência lógica e natural.

Apesar da perseguição imposta contra as suas ideias naquela época, aquilo que ficou semeado por Jesus, em seu tempo, todas as verdades ditas por este grande espírito prossegue em marcha imutável. Na sua essência permanece fiel e tem sido transferida integralmente por espíritos valiosos tais como Antônio Vieira o fez, intuindo Luiz de Mattos e Luiz Alves Thomaz a iniciar a doutrina implantada em 1910 - a doutrina racionalista cristã.

O Racionalismo Cristão é uma doutrina que esclarece a alma... Que beneficia, que alenta, que conforta e que, portanto estará sempre ao lado da verdade.” Luiz de Mattos

Assim, ao celebrarmos o centenário da doutrina racionalista cristã, em 2010 é motivo de júbilo, pois os seus princípios têm como base a essência da doutrina de Jesus.

"Luiz José de Moraes Mattos Chaves Lavrador, ou apenas Luiz de Mattos, como era por todos conhecido, legou aos seus familiares, sobre quem influía, os exemplos mais alevantados de amor ao trabalho, de retidão moral, de dignidade pessoal e de liberdade. Sempre ao lado das causas justas, não poupava esforços, nem sacrifícios, para alcançar os objetivos que minorassem o sofrimento alheio. Desinteressado de postos, posições ou cargos de evidência, não quis ingressar nas alas do Poder Legislativo do país, para dedicar-se ao viver comum de homem do povo, despretensiosamente, à custa de sua pena de jornalista, que soube vibrar como poucos, graças aos seus excepcionais recursos de inteligência, discernimento e equilíbrio.” Fonte: A Gazeta do Racionalismo Cristão.

Foi com muito sacrifício e luta que conseguiu implantar firmemente a doutrina do Racionalismo Cristão, através da palavra simples e da verdade, ao alcance de qualquer mentalidade, hoje de mais fácil acesso a todos, para que possam compreender que o mundo será mais fraterno quando os homens se sentirem como irmãos, essência de um todo. As nações se unirem para o bem comum, quer queiram quer não, a humanidade caminhará na busca sedenta dessa verdade e esta verdade já Jesus a ensinava, e esta verdade é o progresso, a sabedoria e a perfeição, através da razão, do estudo e do esclarecimento, lutando para corrigir erros e imperfeições alcançando o avanço e o caminho para o crescimento espiritual e consequentemente para a elevação da humanidade.

Numa única palavra, os princípios básicos da doutrina são determinados por uma digna, correta e justa “Conduta”.

Fevereiro 2010

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo