gazeta2.jpg (8041 bytes)

Por uma vida melhor

... o ser humano, mais dia, menos dia, vai aprender a plantar o Bem em terreno firme, em sua mente, construindo o tesouro que nem a ferrugem nem a traça destruem.

Sem o conhecimento espiritual, a felicidade humana será sempre uma bolha de sabão, que aparece e desaparece, deixando um vazio no ser humano. O homem é Corpo e Alma – Força e Matéria e a matéria, que é o corpo, é plasmável. É uma metamorfose da matéria fluídica, que é universal. É o veículo de que se serve a Força para caminhar por este planeta Terra. Todo veículo precisa de energia. O carro precisa de gasolina. A carroça precisa da atração animal e o corpo precisa da Força, essa centelha de Luz indestrutível, indivisível e eterna. É essa partícula de Luz que empresta calor, energia e graça ao corpo, enquanto dele se serve. Depois o corpo tomba e o Espírito sobe. O Espírito vem do infinito e volta para o infinito, num eterno ir e vir. O homem tem de acordar para ser feliz na Terra, onde há tanta diversidade e isso ajuda um a aprender com o outro. Com o professor, aprendemos o que devemos fazer. Com o cachaceiro, aprendemos o que não devemos fazer. Todos somos professores, é só querer ver. É preciso descobrir isso e as armas que temos são a inteligência e o pensamento, essa antena flutuante que nos coloca em contato com o outro lado da vida, de onde tudo recebemos, o bem ou o mal, dependendo da sintonia dessa antena.

O homem, pelo seu pensamento, é fraco ou forte e, no campo espiritual, forte mesmo é quem busca e retém a Luz, que vem da Força Criadora, a origem de tudo que tem vida. Basta observar que, na hora do aperto, o ser humano grita por Deus (Grande Foco de Luz), mas o esclarecido fica mais caladinho, porque sabe que no Alto não há lugar para peditório, porque a cada um segundo suas obras e o Criador não se deixa levar por rezas, nem tremer de lábios. Valem as Leis Naturais. Cada um carrega sua colheita, de acordo com sua sementeira. Isso é muito bom, porque o ser humano, mais dia, menos dia, vai aprender a plantar o Bem em terreno firme, em sua mente, construindo o tesouro que nem a ferrugem nem a traça destruem.

Viver de uma maneira inteligente, consciente e racional tem de ser o caminho luminoso a ser percorrido pelos seres humanos neste Planeta. A partir daí a corrupção tão comum, as doenças tão indesejáveis, o sofrimento tão doído serão todos peças de museu e estarão enterrados para sempre, porque somos seres inteligentes e queremos o melhor para nós, para nossos semelhantes e para nossa Pátria.

Aquiles Moisés dos Santos
Belo Horizonte, 2 de julho de 2000

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo