gazeta2.jpg (8041 bytes)

Século XXI: Século de uma Luz maior

Aida Luz

Se o Século XX foi chamado o "Século da luz", não podemos deixar de reconhecer que o foi com toda a justiça.
Com a invenção da electricidade, o Mundo evoluiu enormemente a diversos níveis.
Não há dúvidas de que tal descoberta contribuiu para o grande impulso necessário ao desenvolvimento do Planeta, às grandes descobertas da Ciência, a tantas invenções que sem ela não teríamos tido o devido acesso.
Porém, chegou o momento de algo mais quererem descobrir sobre a vida e a chamada "morte", aqueles que ainda são quase ou totalmente ignorantes do que os move, e das conseqüências que, devido à sua maneira de pensar e agir, os têm aprisionado, criando uma situação de quase animalidade irracional.
Para nós racionalistas cristãos convictos, conscientes do que somos como "Força e Matéria", de onde viemos, onde estamos e para onde vamos, tudo se torna claro e simples, na análise profunda que fazemos à tranformação contínua de tudo o que existe no Universo.
Para os "outros" que ainda não conhecem os Princípios pelos quais nos regemos, e, alguns mesmo céticos em aceitarem o esclarecimento, que para nós é completamente lógico e com ele nos identificamos totalmente, algo terá de os fazer mudar de opinião.
Citando a frase "Racionalismo Cristão - Um novo conceito do Universo e da Vida", que para nós diz tudo, sabemos que tais palavras terão de ser absorvidas, na devida altura, por aqueles que ainda nada sabem, devido à sua pura e simples ignorância, muitas vezes provocada pelo próprio ambiente em que vivem, o qual não lhes tem permitido maior conhecimento, ou por quererem fazer parte do grande grupo de "cegos propositais", já que para eles a consciência de seus atos não tem qualquer valor. Não se dão sequer ao trabalho de raciocinarem e fazerem juízos mais acertados sobre suas vivências e conseqüentes desatinos.
Sabemos mesmo, através das Comunicações Doutrinárias recebidas do Astral Superior, que muitos espíritos estão encarnando e outros virão a encarnar, com bastante sacrifício, uma vez que por necessidade própria não teriam de o fazer, mas o "Amor" que devotam à grande causa da "Humanidade", ao seu esclarecimento futuro, para que um dia todas as partículas do "Grande Foco" a ele regressem, se predispõem a encarnar a fim de virem cumprir missões de alto valor de espiritualização.
Sabemos que a natureza não dá saltos, que tudo virá a seu tempo, e há que esperar com paciência, que o "Ser Humano" desperte para a "Verdade". Porém, também estamos cientes de que o século XXI, que apenas tem quatro anos de vida, será um século que marcará definitivameente o progresso espiritual no "Mundo Terra".
Realmente as pessoas se preocupam muito pouco com a sua própria consciência, uma vez que, se para ela se voltassem com vontade firme de saberem os porquês da "Vida" e as razões por que o Mundo se encontra no estado deplorável em que se encontra, certamente já teriam começado a percorrer um caminho mais firme.
Infelizmente, a preguiça mental e a vontade de tudo terem, não olhando os meios para obterem o que querem a todo o custo, embora espezinhando seres indefesos, muitas vezes de bom carácter, com atributos de alto valor moral, embora sem valores materiais de grande porte, o que para nós é de somenos importância, vem prejudicando altamente o desenvolvimento espiritual do "Ser Humano".
Queremos porém acreditar que este século com as guerras, as tragédias em evidência permanente nos dias de hoje, as intempéries, os desastres ecológicos, as doenças virais e outras que proliferam por toda a parte, principalmente devido às catástrofes que se fazem sentir no Mundo inteiro, trarão indiscutivelmente e através do sofrimento, a certeza da necessidade de desenvolverem o raciocínio e ficarem mais despertos para o reconhecimento do que é certo e errado.
Estamos certos de que o "Ser Humano" acabará por se revoltar contra ele mesmo e criar ideais que são hoje comuns a uma minoria, mas que no futuro se farão sentir por muitos mais.
Apelamos, porém, para que todos que, embora parecendo já muitos ainda constituem uma minoria, vão passando o exemplo da própria maneira de ser e agir, difundindo esclarecimentos que tão necessários se tornam a todos para sua evolução e a daqueles que com eles cohabitam.
Pais que precisam fazer-se ouvir pelos filhos. Filhos que precisam ter confiança nos seus progenitores. Lutemos para que a moral fale mais alto e, assim, se reponham valores outrora tão importantes, e descuidados nos dias de hoje.
Irradiemos pela paz de todo o Mundo, mantendo nossos pensamentos elevados e firmes a favor do progresso e o bem dos "Dirigentes de Nações", dos "Jovens Futuros Governantes" e dos "Cientistas" que precisam de sentir na devida altura o click que lhes incite ao estudo para uma nova descoberta.
Há que saber aproveitar devidamente e, na altura própria, as intuições recebidas, sabendo discernir quando são ou não enviadas do Astral Superior.
Não nos esqueçamos que, por detrás de todas as descobertas de valor, de todas as inovações, estiveram as intuições vindas da "Plêiade do Astral Superior".
Lembremo-nos de grandes "Vultos da Ciência" que fizeram história ainda crianças, pois com eles trouxeram missões a cumprir, e espantaram a humanidade pela engenhosidade demonstrada ainda em tenra idade e, sem os quais, hoje seríamos mais pobres. São os chamados "espíritos velhos" em "corpos de criança". Com eles trazem o conhecimento e no-lo oferecem com toda a humildade de seus gestos dignos, austeros na sua simplicidade nata.

Militante no Correspondente Seixal do Racionalismo Cristão, Novembro de 2004

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo