gazeta2.jpg (8041 bytes)

Limpeza Psíquica

Praticar a Limpeza Psíquica com pensamento, vontade e raciocínio bem dirigidos é caminhar com certeza para a Paz Espiritual, esse tesouro que todos buscamos no nosso Planeta Terra.

À moda de Cristo, quando se fala a verdade, não se leva à paz, mas à guerra. Guerra à ignorância, às trevas, à mentira.

A Limpeza Psíquica é um fortificante dos mais salutares, sendo um preparo mental de longo alcance. Sua finalidade básica é higienizar a nossa alma que, em virtude de pensamentos descontrolados, torna-se opaca, fazendo a matéria penar e conturbar-se.

A alma, que é uma centelha de luz, é puro clarão e o corpo é lama organizada, que tem forma humana. É veículo que, desgastando-se, faz o povo correr pelos psicólogos, psiquiatras, ora com sucesso ora havendo somente gasto desnecessário de dinheiro, porque do clarão que é a alma pouco entendem esses sábios. Um grande escritor, Júlio Ribeiro, já classificou muitos de sábios a título negativo.

A Limpeza Psíquica limpa astralmente o ser humano, dá coragem para viver e alivia dores, desde que feita com energia, com postura mental elevada. Deve haver concentração, mas concentração no bom sentido da palavra: controle da atenção, dirigindo-a para um só ponto.

Há concentração quando se joga na terra a enxada, pensando somente na capina. Quando se ouve uma música, pensando somente na música. Concentração é fazer uma coisa pensando somente nela. Feita a Limpeza Psíquica com valor, é manter o resto do dia vigilante, policiando os pensamentos, conduzindo-se bem pelos pensamentos e ações. Reto pensar e reto agir.

O pensamento é força saturada de poder e fica ligado à sua fonte de origem enquanto durar o sentimento que o gerou. É por isso que é preciso desligar-se mentalmente das coisas más, evitando que voltem ao ponto de partida, normalmente carregadas. É como a semente lançada à terra. Vira uma árvore e dá muitas outras, já que o Universo é sábio em abundância.

Nunca pensar mal de quem quer que seja, ainda que a pessoa seja má. Não é ser bonzinho, como podem pensar, mas é estar de posse da Ciência da Vida. Esquecer é o melhor meio de defesa espiritual, já que o ser humano é, querendo ou não, o construtor ou o demolidor de sua vida. Ignorar isso é viver ora alegre, ora triste. Ora cantando, ora chorando, levando muita gente a ficar ansiosa, sedenta, ainda que seus vasilhames estejam cheios de água. É um correr sem fim, porque o povo aprendeu a comprar quase tudo com o dinheiro, que é transitório e não consegue resolver muita coisa que depende do pensamento fortemente aplicado para o bem.

Praticar a Limpeza Psíquica com pensamento, vontade e raciocínio bem dirigidos é caminhar com certeza para a Paz Espiritual, esse tesouro que todos buscamos no nosso Planeta Terra.

Aquiles Moisés dos Santos
Belo Horizonte, 12 de fevereiro de 2001

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo