gazeta2.jpg (8041 bytes)

Estágio Terra

Mori Mitre

Estamos no degrau terra, onde a poeira densa ainda turva nossa fraca visão. Limpar os olhos é preciso, sempre. A lucidez é algo a ser cultivado como mecanismo fundamental para nossa evolução.

Muitos imaginam, outros pensam e alguns já raciocinam, entendendo o mapa atual de nossa viagem pelo plano físico. Dores, sentimentos menores, perdas, enganos, guerras e fugas. Os paradigmas desta passagem, em busca de alento, positividade, ganhos reais, acertos, paz e estabilidade natural, onde o espírito livre da matéria, retoma o caminho do Grande Foco.

O Racionalismo Cristão, já o dizia o mestre Luiz de Mattos, é um farol a nos indicar a melhor travessia. Se descuidamos da rota, batemos aqui e ali ao sabor das intempéries, mas acabamos por aprender que o reto pensar e o reto agir encurtam o espaço entre causa e conseqüência, premiando o ser que, atento, decide o seu progresso.

O presente é o próximo lugar que conhecemos, além do passado. O futuro, embora cada vez mais próximo, é meta ainda. Então, nossa vida é aqui. Este é o momento de cumprir a trajetória evolutiva. Difícil? Sim. Mas possível, certamente! É uma equação que cada um terá de resolver ao seu modo, sem outra alternativa.

Nosso mundo digital está apoiado no analógico comportamento de ontem, que serve, e muito, como referencial para as ações de hoje. Fujamos das teorias fatalistas. O mundo é bom, lindo, viável e compensador, ainda que fugaz se esvanecendo por entre os dedos.

A vida no estágio terra é apenas passagem. Se mais cedo ou mais tarde voltaremos à antiga morada, porque não utilizar o límpido raciocínio, embutido em nossa centelha superior? Nada mais atual do que exercitar esta capacidade latente.

Mori Mitre, Belo Horizonte, MG, Abril de 2002.

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo