gazeta2.jpg (8041 bytes)

Cósmica atração

Luiz Hamilton

O amor é a cósmica atração entre espíritos e sistemas de mundos. Um processo que se inicia a nível atômico e molecular e estende-se por todo o Universo.
O amor é uma poderosa força que liga os átomos e as galáxias, governa-os. É uma expressão fecunda da Inteligência Universal, a Força Criadora que governa o Universo.
Suas sementes começam a revelar-se como sentimento na forma de ardente paixão que atiça os desejos carnais. Um sentimento que evolui e se transforma em amor superior conforme o espírito também evolui.
O amor superior é um sentimento em que se unem e se harmonizam todas as qualidades do coração; é o apogeu das virtudes espirituais, da doçura, da bondade, da solidariedade.
O amor superior é um sentimento que nos eleva acima da matéria, despertando-nos uma felicidade íntima diferente de todas as sensações terrestres.
Amar verdadeiramente é sentir - se viver em todos e por todos, assim como procede o racionalista cristão convicto.
Para se saber o que é amar de verdade consideremos os grandes exemplos: Padre Antônio Vieira, Luiz de Mattos, Luiz Alves Thomaz, Antonio Cottas, Maria Cottas, Felino Alves de Jesus e tantos outros vultos da Humanidade e, acima de todos eles, Jesus, o Cristo, o supremo exemplo de amor superior. Para Jesus o amor era toda a moral e toda a conduta.
Imitando os exemplos acima citados, nossa simpatia deve abranger a todos os que nos rodeiam, seres e coisas, a tudo que nos ajuda a viver e mesmo a todos os desconhecidos que integram a grande família humana.
Não se entenda isso como exigência de uma afeição que nos seja impossível, mas sim, uma disposição sincera no sentido de se caminhar rumo ao Amor Universal - essa cósmica e irresistível atração dos seres e sistemas - Supremo Destino de tudo e de todos.

Ribeirão Preto (SP), novembro de 2004

 

Página Principal da Gazeta  | Página anterior

Gazeta do Racionalismo Cristão - Uma filosofia para o nosso tempo